Especias Mixtli

Consejos | Trucos | Comentarios

Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita?

Quem é a vilã da A Favorita?

Flora (Patricia Pillar) enganou quase todo mundo desde o início de A Favorita, A vilã da novela da Globo, no entanto, segue ilesa na reta final. Uma dúvida ainda paira no ar: quando a megera será desmascarada no Vale a Pena Ver de Novo? Crente em uma reconciliação de amizade com Donatela (Claudia Raia), a malvada deixará o jeito perverso de lado e cairá como um patinho em uma cilada armada pela ex-dondoca após uma ideia magnífica de Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) para acabar de vez com toda a farsa.

Louca para se livrar das acusações de assassinatos que a mandaram para a cadeia, Donatela armará um verdadeiro teatro, com direito a plateia e tudo mais, para pegar de vez a rival em uma armadilha infalível. Tudo acontecerá depois de a mocinha virar refém de Dodi (Murilo Benício) e ver o ex-marido sendo morto por Flora na sua frente.

A injustiçada aproveitará o reencontro com a inimiga para fingir que deixou para trás todos os conflitos entre elas.

Quem é a verdadeira culpada da novela A Favorita?

Nos próximos capítulos, A Favorita terá uma virada na história com a revelação de quem matou Marcelo Fontini (Flavio Tolezani). A novela que está no ar no Vale a Pena Ver de Novo vai escancarar ao público quem é a verdadeira vilã : Flora (Patricia Pillar).

A emblemática sequência, que foi ao ar originalmente no capítulo 56, em 5 de agosto de 2008, está prevista para ser exibida na próxima semana, entre os dias 11 e 15 de julho. Nesta terça-feira (5), o capítulo 37 da reprise levará ao ar trechos dos capítulos 46 e 47 da exibição original. Com edição galopante, o «repeteco» da trama de João Emanuel Carneiro chega a apresentar dois capítulos de uma vez só na faixa vespertina da Globo.

Em 2008, o reviravolta em A Favorita serviu como uma manobra radical para reverter a crise de audiência enfrentada pelo folhetim. A virada na história alavancou o ibope da saga de Flora e Donatela (Claudia Raia) e salvou a novela da rejeição do público ao antecipar o principal segredo da trama.

  • Desde o início da novela, Flora e Donatela possuem versões diferentes sobre a morte de Marcelo, e o público não sabe quem está falando a verdade.
  • Flora foi acusada pelo crime, mas afirma ter sido injustiçada.
  • A personagem de Claudia Raia, por sua vez, defende que a rival mereceu cada ano que passou na cadeia.

As versões se confrontam o tempo inteiro, mas o telespectador tende a comprar a história de Flora, com seu ar angelical e suposta busca por justiça. Agora, Flora irá confessar a autoria do crime. REPRODUÇÃO/ TV GLOBO Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita Flora (Patricia Pillar) é a assasina em A Favorita Tudo acontecerá após Donatela ir atrás de sua rival com uma arma na mão. Sem saída e a um passo de ir parar atrás das grades após mudanças de depoimentos, rejeição de Lara (Mariana Ximenes) e frequentes acusações de diversos personagens, a viúva do herdeiro dos Fontini vai procurar Flora em busca de um acerto de contas.

Olá Flora! Que pena que você não vai estar viva pra ver o final desse filme. Eu vou te matar. Você não me deu alternativa. Você acabou com a minha vida, agora, eu vou acabar com a sua, e a culpa é sua sua vagabunda», dirá Donatela, apontando uma arma para a inimiga. A cena, que se passará dentro do banheiro de um cinema quase convencerá o telespectador de que Donatela é mesmo a culpada pelo crime, como repete Flora.

No entanto, a ironia e a provocação da mãe de Lara abrirão caminho para a confissão do assassinato de Marcelo. «Você é mesmo muito burra! Se me encontrarem morta aqui, quem é que vai ser a principal suspeita?», questionará Flora, que vai convidar a ex-amiga para dar uma volta por aí, como amigas.

Quem é a verdadeira assassina da novela favorita Donatela ou Flora?

A FAVORITA: Quem matou Marcelo, Flora ou Donatela? Vilã de A Favorita é revelada A novela, grande clássico da TV Globo tem seu enredo baseado em um acontecimento: a morte de Marcelo. O misterioso assassinato do marido de Donatela intriga o público e os próprios personagens da trama.

No entanto, no capítulo 56, é revelado que Flora é a grande responsável pela morte de Marcelo, mentindo o a novela inteira. VEJA TAMBÉM: A grande revelação acontece quando as rivais se confrontam e Donatela ameaça Flora com uma arma, mas ela não acredita que a irmã seja capaz de ser «uma assassina como ela»,É neste momento que a novela usa o recurso de flashback para nos levar até o dia da morte de Marcelo, quando Flora comete o crime.

Como que a Flora é desmascarada?

Picadeiro armado – A fim de pegar na ferida da verdadeira assassina da história, Donatela convidará a amiga do passado para reviver um show de Faísca e Espoleta, dupla sertaneja que formaram lá atrás. Para despistar Flora, a mãe de Halley inventará que o espetáculo será em um teatro, mas sem público, em uma apresentação intimista.

  • Entretanto, Flora será ouvida por dezenas de pessoas, doidas para saber da própria boca da vigarista todos os crimes cometidos.
  • Vestida a caráter, a personagem de Claudia Raia vai levar a rival para um palco acompanhado de um cenário nostálgico, repleto de memórias das cantoras.
  • No local, ela ativará o gatilho emocional da inimiga ao pedir seu lenço vermelho, item considerado um amuleto intransferível de Flora encarnada como Faísca.

A vilã vai se recusar a passar o acessório para Donatela, que insistirá ao ponto de deixar a malvada chorando com a possibilidade de estragar mais uma vez a chance de reviver Faísca e Espoleta. «Sem o lenço vermelho eu não canto. Você vai ter que cantar sozinha e você sabe muito bem que não sabe cantar sozinha», dirá a injustiçada mexendo com todos os pontos fracos da ex-amiga. Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita Donatela (Claudia Raia) e Flora (Patricia Pillar)

Qual é o fim da Flora?

Flora leva tiro, é presa e humilhada na cadeia Com plateia, a antagonista ameaça a todos, inclusive Lara, que aponta a arma do segurança para a mãe. Instigada por Irene, a loira atira em Flora, mas não termina o trabalho. Lara diz que não é uma assassina que sem a mulher que lhe deu a vida.

Quem mata a Flora?

No último capítulo de A Favorita, Flora (Patricia Pillar) surge na lua de mel de Donatela (Claudia Raia) e Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) disposta a acabar com a harmonia do casal. Será a última maldade da vilã, que atira no jornalista, mas também é baleada no desfecho da novela da Globo, que termina nesta sexta-feira (11), em Vale a Pena Ver de Novo.

Ao descobrirem que o casal corre perigo, Irene (Glória Menezes) e Lara (Mariana Ximenes) vão até o local, acompanhadas por seus seguranças e por Silveirinha (Ary Fontoura). A jovem surpreende a avó ao ver uma arma dentro de sua bolsa. «Eu não quero que minha família corra risco nenhum», justifica a viúva de Gonçalo (Mauro Mendonça).

Na sequência, Lara e Irene surpreendem Flora mantendo Donatela e Zé Bob refém. «Abaixa essa arma ou eu mando atirar!», ameaça a filha da bandida, que ouve da mãe: «Agora sim a festa ficou animada! Agora eu gostei! Estava tudo muito sem graça, tudo muito fácil Agora a emoção está garantida!».

Apavorada, Donatela se coloca na frente de Lara, que segue ameaçando a mãe biológica com a presença do segurança. A assassina, contudo, mostra que não tem um pingo de medo de ser baleada: «Quem vai atirar em mim, esse pelego aí? Tomara que ele tenha boa pontaria, porque se não tiver, eu acabo com todo mundo aqui num piscar de olhos!».

Furiosa, Irene saca um revólver da bolsa e aponta para a desafeta, responsável pela tragédia de sua família. «Basta, Flora! Basta!», crava a namorada de Copola (Tarcísio Meira). A psicopata, contudo, pouco se importa com a ameaça da grã-fina e ainda ironiza a situação, zombando com a cara da rival: «O que você vai fazer, sua múmia? Vai atirar em mim? Você não sabe nem mexer nessa arma, não sabe nem destravar esse treco aí? Ah, Dona Irene Só a senhora mesmo para me fazer rir numa hora dessas!» Flora (Patricia Pillar)

Quem matou foi a Flora?

Maíra -, Maíra, Jornalista em A Favorita – Divulgação

Maíra (Juliana Paes) começa a investigar a morte de Salvatore e fica na mira de, que a mata com ajuda de, ela pede para que Dodi atropele a Jornalista. No entanto, o acidente não matou Maíra. Mas determinada em terminar o trabalho mau feito por Dodi, Flora invade o hospital se passando por enfermeira, desligando os aparelhos e sufocando a jornalista com um travesseiro.,

Quem matou o Marcelo A Favorita Donatela e Flora?

Novela: Irene descobre que Flora matou Marcelo e Gonçalo em ‘A Favorita’ Irene fica atordoada com a revelação de que Donatela está viva e passa mal. Silveirinha encontra Fafá e tenta convencê-la a lhe dar informações sobre o DVD que está com Dodi.

Qual o fim de Flora e Donatela?

No capítulo final, inclusive, ela inferniza a vida de Donatela (Claudia Raia) e deixa Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) entre a vida e a morte. No entanto, sua própria filha consegue paralisá-la a ponto dela ser finalmente presa.

See also:  Qual A Maior Usina HidreléTrica Do Mundo?

Quem é a bandida na novela favorita?

Em A Favorita, Irene (Gloria Menezes) facilitou bastante todos os terríveis planos de Flora (Patrícia Pillar). A professora de música nunca gostou de Donatela (Claudia Raia) e, por isso, se tornou uma vítima fácil nas mãos de Flora, que aproveitou de sua ingenuidade para se aproximar dela. Aos poucos, todos vão percebendo que há algo errado em Flora. A vilã vai perdendo a confiança de todo mundo que a cerca. Menos de Irene. Lara (Mariana Ximenes) insiste que há algo errado na mãe, e até Gonçalo (Mauro Mendonça) começa a achar estranha as atitudes da ex-cantora.

  1. Menos Irene.
  2. Com uma devoção enorme pela «amiga», Irene demora a abrir os olhos.
  3. Assim, quando ela finalmente descobrir que Flora é a verdadeira assassina de Marcelo (Flavio Tolezani), Irene tomará um choque daqueles.
  4. A avó de Lara ficará desnorteada quando ouvir, da boca da própria vilã, tudo de ruim que Flora fez.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando Irene descobre que Flora não presta?

Irene descobre que Flora é má e que Donatela está viva em ‘A favorita’ O coração de Irene (Glória Menezes) vai passar por uma prova de fogo em «A favorita». A professora vai ter duas revelações impactantes: a de que Flora (Patricia Pillar) não presta e a de que Donatela (Claudia Raia) está viva. A cenas começam a ir ao ar a partir do dia 23.

Após encontrar uma arma e vários celulares descartáveis na casa em que Flora ocupava no rancho, Irene vai ao apart-hotel onde a loura volta a morar. Como a megera não está, ela suborna o porteiro e entra no apartamento. Nisso, Flora e Silveirinha (Ary Fontoura) chegam e Irene se esconde no banheiro. Aos risos, Flora faz chacota da família Fontini: «Velha idiota.

Matei o filho dela, o marido e ela ainda me chama de filhinha». Irene, transtornada, ouve tudo. A vilã ainda pergunta a Silveirinha se ele fez reserva num hotel luxuoso e debocha: «Irene é uma velha boba. Vou manter isso aqui montado. Quando ela me ligar querendo me ver, venho pra cá».

Toda essa humilhação poderia ser evitada se Irene tivesse ouvido Lara, que a esta altura já sabe que a mãe biológica é uma assassina. Mas a viúva não acredita na neta e ainda acha que alguém está fazendo a cabeça da jovem. Por isso, resolve segui-la. Lara vai à casa de Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) para um almoço de Natal com Donatela, Pedro (Genézio de Barros) e Cassiano (Thiago Rodrigues).

Enquanto a ex-socialite sai para comprar um produto, Irene sobe à casa do jornalista. Perturbada, acusa todos de estarem fazendo a cabeça de Lara e paralisa quando vê uma foto da neta com Donatela. Sem saída, a jovem conta que a mãe adotiva está viva. Nesse momento, Donatela chega.

Como a Donatela vai provar sua inocência?

Em A Favorita, Donatela (Claudia Raia) começou a comer o pão que Flora (Patricia Pillar) amassou. Presa no lugar da rival, a personagem viverá dias de cão dentro e fora da cadeia, A injustiçada da novela do Vale a Pena de Ver de Novo só conseguirá provar sua inocência nos últimos capítulos da trama, quando será salva por uma armadilha contra a inimiga.

  1. A saga só deu a largada na atual fase da trama de João Emanuel Carneiro.
  2. Acusada pela morte de Dr.
  3. Salvatore ( Walmor Chagas ), a ex-cantora sertaneja ainda gastará litros e litros de lágrimas em sua passagem pelo xadrez.
  4. Depois de parar na solitária no capítulo de segunda (26), ela ainda voltará ao local graças às intrigas de Zezé (Docimar Moreyra) -detenta bancada por Flora para aterrorizá-la na prisão.

Posteriormente, Donatela vai penar, algemada no tribunal, tentando provar sua inocência, sem sucesso. Por meio da única amiga na cadeia, Diva (Giulia Gam), a sofredora conseguirá deixar o presídio por meio de um plano infalível, que contará com disfarce, troca de identidade, incêndio e falsa morte. Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita Donatela (Claudia Raia) como Diva em A Favorita

Quem vai desmascarar a Flora na novela favorita?

Armadilha perfeita – Frustrada, Flora vai acabar cedendo e entregar o lenço vermelho para Donatela, que desprezará o acessório e a parceria com a amiga. «Você vai voltar a dormir sozinha igual quando era criança. Você vai viver sozinha (.) porque ninguém gosta de você», vai disparar a mocinha, cutucando em todos os traumas da megera.

O auge do teatro será quando Donatela destruir a boneca Maria Balinha. Neste momento, Flora vai perder a linha e disparar, com uma arma, contra a rival. Só que a megera não fará ideia que a bala é de mentira e se entregará ao pensar que terá tirado a vida da rival. Enquanto isso, Donatela vai fingir que está morrendo e cobrará consciência da malvada, que acabará entregando em bom tom todos seus crimes.

«Você é diferente dos outros. Marcelo, Dodi, Gonçalo, Salvatore (.) Você tem muito que viver», dirá Flora, que vai tentar a todo tempo culpar a inimiga por ter disparado contra ela. «Maldita, idiota, cretina!», xingará a megera ainda com a arma na mão.

  • Em seguida, ela vai ser surpreendida por uma forte luz branca e logo se dará conta que estava diante de uma imensa plateia, com as presenças de Lara, Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia), Tuca (Rosi Campos), Cilene (Elizangela), Halley, entre outros.
  • Imediatamente, ela vai surtar e começará a disparar para todos os lados.

Neste momento, Halley revelará que as balas da arma são falsas e Flora descobrirá que caiu em uma armadilha. «Viu só Flora? Dessa vez você caiu direitinho», vai dizer Donatela, levantando-se do chão. Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita Flora (Patricia Pillar) sendo desmascarada A Favorita vai ao ar de segunda a sexta após a Sessão da Tarde. Escrita por João Emanuel Carneiro, a novela é protagonizada por Patricia Pillar e Claudia Raia e conta com direção de Ricardo Waddington. A exibição original aconteceu em 2008. Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita » width=»680″>

Como foi o final de favorita?

Flora é presa no último capítulo de A Favorita – Após a sequência, Flora é levada para um hospital, se recupera e depois vai parar atrás das grades. Presa no fim da novela, ela terá sua última cena fazendo atividades na penitenciária. Ao conhecer uma nova detenta (Fabíula Nascimento), a vilã surpreende ao aparecer com o rosto cheio de hematomas, resultado da convivência nada amistosa no local.

Para arrematar, ela se apresenta à colega com outro nome: Donatela. Pensa que acabou? Na sequência final, Donatela e Zé Bob aparecem felizes, e a ex-perua se lembra de sua infância com Flora. A novela então volta algumas décadas para mostrar a infância da dupla, bem antes de elas alcançarem o sucesso na música sertaneja como Faísca e Espoleta.

Em uma cena de flashback, Donatela propõe a Flora que elas parem de desenhar e brinquem de cantar a música Beijinho Doce, que se tornaria o hit das duas, anos depois. Fascinada com a voz da amiguinha, a futura psicopata então se declara para ela: «Nossa, Donatela! Você canta tão bonito Você é minha favorita, sabia?».

Leia mais: Saiba o final de todos os personagens de A Favorita

O NaTelinha divulga todos os dias os resumos dos capítulos, detalhes dos personagens, entrevistas exclusivas com o elenco e spoiler da novela A Favorita. Confira!

O que acontece no fim de A Favorita?

E no final? – Após dedicar toda a energia em ajudar Donatela a desmascarar Flora nos últimos capítulos da trama, Lara voltará a pensar em uma decisão sobre sua vida pessoal. No último capítulo, ela conversará com Cassiano, disposta a apostar em um relacionamento com o rapaz.

  1. O cantor, entretanto, dirá que sabe que a loira gosta dele, mas que não quer ser «prêmio de consolação», pois consegue ver que ela é apaixonada por Halley.
  2. O neto de Copola (Tarcísio Meira) deixará o caminho livre para a estudante ficar com seu rival e selará a amizade entre os dois.
  3. Enquanto isso, Halley optará por deixar o caminho da amada livre.

Ele inventará que estará envolvido com Luciana (Mitzi Evelyn), mas Lara acabará ouvindo da boca da moça que os dois não passam de amigos, Resolvida a não adiar sua felicidade, ela irá imediatamente atrás do filho de Cilene (Elizangela). Na última cena do casal, eles surgirão na zona rural de Triunfo, em um reencontro marcado por um beijo apaixonado e confissões amorosas. Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita Lara e Halley felizes para sempre Saiba tudo que vai acontecer nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros Listen to «#119 – Travessia começa com fuga, traição e confusão!» on Spreaker. Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de A Favorita. Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita » width=»680″>

Como vai ser o final da novela favorita?

FLORA MORRE? – Depois de muitas ameaças trocadas, Lara atira na mãe para proteger e Flora cai na chão. A vilã ainda provoca a filha e pede que a mate, mas a garota diz que se nega a virar uma assassinada como Flora, Flora é levada para um hospital, se recupera e finalmente é presa.

See also:  Qual A DiferenA Entre Clima E Tempo?

Porque Flora matou?

Por que Flora matou Marcelo em A Favorita – Ela então abre o jogo e conta que Marcelo a flagrou com Dodi e decidiu colocar um ponto final no caso que os dois tinham e voltar para os braços de Donatela. Não satisfeito, o milionário passou a desconfiar que ele não era o pai do bebê que Flora dizia esperar.

Sem saída, ela o matou para tentar incriminar a rival e ficar nos braços da família. A Favorita tem autoria de João Emanuel Carneiro e foi exibida pela primeira vez no período de maio de 2008 a janeiro de 2009, na faixa das 21h da Globo. A novela conta com 197 capítulos e direção geral e de núcleo de Ricardo Waddington, direção de Paulo Silvestrini, Gustavo Fernandez, Roberto Vaz, Pedro Vasconcelos, Marco Rodrigo, Roberto Naar, Ary Coslov e Isabela Secchin.

Sua reprise no Vale A Pena Ver de Novo estreou no dia 16 de maio de 2022 em substituição de O Clone. O NaTelinha divulga todos os dias os resumos dos capítulos, detalhes dos personagens, entrevistas exclusivas com o elenco e spoiler da novela A Favorita.

Quem mata o pai da Flora?

Pedro (Genézio de Barros) será envenenado pela filha, Flora (Patricia Pillar), em A Favorita. Flora (Patricia Pillar) armará um banquete mortal para o próprio pai, Pedro (Genézio de Barros), em A Favorita.

Quem morre no último capítulo de A Favorita?

Final de A Favorita tem morte macabra – Infelizmente, uma morte já ocorreu nessa atual fase de encerramento da novela. Dedina (Helena Ranaldi) contraiu uma grave doença e acabou falecendo. Mas nos capítulos finais, a saga principal é para entregar Flora à polícia.

No entanto, até que isso ocorra, Donatela (Claudia Raia) passa a fingir que tentará se reconciliar com sua antiga dupla. E é durante um jantar das duas que Dodi (Murilo Benício) aparece e as surpreende. O pilantra não entende nada quando vê Flora defendendo Donatela com unhas e dentes, ameaça chamar a polícia e chantageia a esposa, pedindo metade de sua fortuna para não fazer isso.

Sem paciência e a sangue frio, Flora atira em Dodi, causando sua morte em A Favorita. Silveirinha (Ary Fontoura), que vê toda a cena, elabora um plano com Donatela, visando cavar a cova da ‘patroa’. Ele sugere enterrar o corpo de Dodi no rancho. Assim, no dia seguinte, Silveirinha conta a Zé Bob, Irene e Lara que Flora matou Dodi. Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita Dodi (Murilo Benício) morre no final de A Favorita Confira também: Drogas, morte do pai famoso e longe da TV: O que aconteceu com Juca de A Favorita? O canal do Observatório da TV está com novos vídeos. Inscreva-se para acompanhar! Leia outros textos desta colunista.

Quando a Donatela desmascara a Flora?

Em A Favorita, Donatela desmascara Flora – Donatela concorda então em refazer a dupla Faísca e Espoleta para um último show vazio e mostrar que se arrependeu por tudo o que fez com a «irmãzinha». Mancomunada com Silveirinha (Ary Fontoura), a boazinha fala sobre um teatro vazio em que elas fariam um show na juventude e a loira má cai feito um patinho.

  • Já no palco, Donatela finge mudar de ideia e detona Flora, que vai ficando nervosa até confessar todos os crimes, um a um, achando que vai matar a rival e que não tem problema.
  • Acontece que, logo depois, as luzes do teatro se acendem e ela percebe que estão todos na plateia e que é o fim do jogo para ela.

continua depois da publicidade : A Favorita: Como Donatela vai desmascarar Flora

Como a Irene descobre a verdade sobre Flora?

Em A Favorita, Irene (Glória Menezes) finalmente descobrirá toda a verdade sobre Flora (Patricia Pillar). Ainda bastante abalada com a morte de Gonçalo (Mauro Mendonça), a veterana armará um plano para investigar a vilã. Escondida, ela escutará a megera confessar todos os crimes cometidos na novela do Vale a Pena Ver de Novo.

  • Nos próximos capítulos, Irene nomeará Flora como a nova presidente do Grupo Fontini, já que Gonçalo terá sido vítima de um ataque fulminante provocado pela psicopata.
  • Mergulhada no poder, a loira aparecerá ainda mais descontrolada e chegará ao ponto de assediar sexualmente Halley (Cauã Reymond).
  • A essa altura, Donatela (Claudia Raia) aparecerá para a viúva.

Além de revelar que está vivíssima, a protagonista contará para Irene todas as perversidades de Flora. Inicialmente, a ricaça não acreditará nas acusações da mãe biológica de Halley e ainda ameaçará de entregá-la para a polícia. Entretanto, a veterana ficará com a pulga atrás da orelha e decidirá investigar sobre o paradeiro de Flora.

  1. Ela subornará o porteiro do prédio da mau-caráter e se esconderá no apartamento dela, com a expectativa de descobrir alguma informação.
  2. Atrás da porta, Irene ouvirá uma conversa esclarecedora entre Silveirinha (Ary Fontoura) e a criminosa.
  3. Não dá para acreditar como essa velha é tapada.
  4. Ela me adora! Dá para entender uma coisa dessas?», debochará Flora.

Em seguida, a vilã assumirá todos os crimes cometidos durante o folhetim, deixando a idosa ainda mais incrédula. » Você há de convir comigo que a mulher é uma anta histórica! Eu matei o filho dela! Eu sequestrei a neta dela! Eu dei cabo do marido dela! E a mulher ainda gosta de mim Ela se preocupa comigo, ela me chama de meu anjo Ah, não dá para ter pena de uma criatura tão imbecil!», afirmará a bandida, aos risos.

Após o baque, Irene se desculpará com Donatela por ter duvidado do caráter da companheira de Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia). Após ter sido feita de trouxa durante tantos anos, a personagem de Glória Menezes ainda procurará Flora para um embate final, A Favorita vai ao ar entre segunda e sexta após a Sessão da Tarde.

Escrita por João Emanuel Carneiro, a novela é protagonizada por Patricia Pillar e Claudia Raia e conta com direção de Ricardo Waddington. A exibição original aconteceu em 2008. Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de A Favorita: Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita Quem A Verdadeira Vilã De A Favorita » width=»680″>

Como flora e descoberta em A Favorita?

Na novela A Favorita, Flora ( Patrícia Pillar ) descobre que está por um fio de ser descoberta como a vilã e assassina do doutor Salvatore ( Walmor Chagas ). Mas a loira do mal tem um forte palpite sobre quem está com o DVD que pode destruir seus planos: seu Pedro ( Genezio de Barros ) e começa a pensar como descobrir se o homem é mesmo sua pedra no caminho.

Qual a doença da Flora em A Favorita?

Enquanto o cinema nos deu Hannibal Lecter, um canibal sedutor que, apesar de suas atrocidades, conseguiu seduzir milhões em todo o mundo, a tevê brasileira produziu alguém menos sangüinária, porém, igualmente cruel: Flora Pereira da Silva, interpretada por Patrícia Pillar, na novela A Favorita, da Globo. Mas, o que Flora e Hannibal Lecter têm em comum? Segundo a psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva, autora do livro Mentes Perigosas – O Psicopata Mora ao Lado (Ed. Objetiva, R$ 32,90), que serve de guia para Glória Perez, autora de Caminho das Índias, na construção de Yvone, personagem de Letícia Sabatella, os dois, mesmo utilizando métodos diferentes para conseguir seus objetivos, não passam de farinha do mesmo saco.

A Flora é uma psicopata grave, nota 10, feita brilhantemente por Patrícia Pillar. E ela reina na novela A Favorita. Não há ninguém que chegue aos seus pés, nas maldades», definiu a escritora a OFuxico, deixando claro que Silveirinha (Ary Fontoura) e Dodi (Murilo Benício), embora maus e parceiros de Flora, não são psicopatas.

«Eles são apenas criminosos. Assim como Hannibal Lecter, que manipulava a agente do FBI (Clarice Starling) para conseguir seus objetivos, Flora também os utiliza para que suas maldades funcionem. Silveirinha e Dodi precisam de uma mente perversa para conduzi-los, e essa mente é Flora», explicou a psiquiatra a OFuxico, esclarecendo a diferença entre psicopatia e pura maldade: «O psicopata é caracterizado pela incapacidade afetiva em relação ao outro: não tem o que a gente chama de empatia, de se colocar no lugar do outro.

Ele é 100% razão e zero emoção. Nunca vão sentir amor, somente excitação e prazer, o que pode confundir o público», disse a psiquiatra, o que explica a incapacidade de Flora sentir carinho até pela própria filha, Lara (Mariana Ximenes). «Psicopatas só irão se mover em função de poder, de status e de prazer.

São mentirosos contumazes. Mentem com uma capacidade absurda e, quando são pegos na mentira, mentem ainda mais, na maior naturalidade. Eles têm essa incrível capacidade de articulação, de sedução dos outros e têm total ausência de culpa. Remorso, não sentem algum.

  1. E tudo isso é derivado de uma condição primária: a incapacidade para ter afeto.
  2. A psicopatia não é uma doença.
  3. É uma maneira de ser.
  4. Isso é importante para diferenciá-los dos doentes mentais, que se desconectam da realidade, como foi o caso de Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), em Senhora do Destino», explicou a médica.

Segundo a autora de Mentes Perigosas, a dramaturgia brasileira está vivendo uma onda de ode aos psicopatas, copiando a moda do cinema norte-americano, que sempre simpatizou com esses tipos, devido aos mistérios que os cercam. Glória Perez, autora de Caminho das Índias, a próxima novela das nove da Globo, que estréia em janeiro de 2009, destaca que o livro da psiquiatra tem sido «utilíssimo para a construção da personagem psicopata, a Yvone, interpretada pela Letícia Sabatella».

  • Convidada por OFuxico, a psiquiatra analisou diversos vilões da dramaturgia brasileira e, assim, acabou chegando à conclusão de que muitos são psicopatas.
  • Porém, as mulheres, quando comparadas aos homens, dão um banho no quesito maldade.
  • Tanto que Flora ocupa o topo da lista.
  • Confira: MULHERES Flora Pereira da Silva (Patrícia Pillar, A Favorita) «Assim como Hannibal Lecter, Flora é incapaz de sentir amor pelos que a cercam, e isso inclui a filha Lara (Mariana Ximenes) e Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia).
See also:  Quanto T O Jogo Do Corinthians Hoje?

No caso do Hannibal, muitos chegaram a achar que ele poderia amar a agente do FBI (Clarice Starling, interpretada por Jodie Foster). Mas, aquela atenção que ele dava a ela era apenas um ato de exibicionismo. Era para se mostrar intelectualmente, se vangloriar.

A Flora não gosta do Zé Bob. Ela o quer por luxúria, como um brinquedo caro e difícil de ser conquistado. Flora é uma psicopata grave pois, além de matar, ela sente prazer em ver alguém morrer, como foi no caso da personagem de Juliana Paes, ao desligar os aparelhos e vê-la sufocar. Ela quer a sofisticação da perversidade.

Flora é uma psicopata grave. Durante um tempo, achei que ela fosse moderada, que iria usar o Dodi e o Silveirinha para conseguir realizar suas maldades. Mas, com o passar da trama, verifiquei que ela mesma põe a mão na massa e sente enorme prazer em ver suas vítimas morrendo».

Laura (Cláudia Abreu, Celebridade) «Com Odete Roitman (Beatriz Segall) e Bia Falcão (Fernanda Montenegro), forma a tríade das psicopatas comunitárias mais perfeitas da dramaturgia brasileira. Cláudia Abreu arrasou. Laura manipulou o personagem de Márcio Garcia, um criminoso meio Silveirinha, meio Dodi, para concretizar suas maldades.

Interessante ressaltar que ela não o amava. Aquele choro, na morte dele, era de raiva por ter perdido um soldado fiel, um brinquedo de luxo que ela adorava. Era como se tivesse tipo perda total em seu Jaquar». Bia Falcão (Fernanda Montenegro, Belíssima) «Psicopata comunitária perfeita.

  1. Ou seja, era uma boa chefe, líder, mãe de família, muito bem-sucedida na sociedade.
  2. Ela torturava a filha e os demais e, mesmo pela netinha, não tinha amor algum.
  3. Psicopata disfarçada de executiva. Nota 10″.
  4. Silvia (Alinne Moraes, Duas Caras) «Achei, em um momento da trama, que era borderline (as histéricas que são capazes de loucuras, de qualquer maldade, para preservar o objetivo de paixão).

Mas depois, ela se mostrou perversa na forma total. Essa personagem se perdeu totalmente. Começou muito boazinha, virou histérica, ficou louca (psicótica) e acabou psicopata». Maria de Fátima (Glória Pires, Vale Tudo) «Psicopata fantástica, do tipo comunitária.

Usou as pessoas, mentiu com a maior cara de pau, deu seus golpes sem qualquer escrúpulo e manipulou as pessoas, de forma a conseguir contornar tudo e se dar bem no final». Cristina (Flávia Alessandra, Alma Gêmea) «Era perfeita. Mas, na vida real, a loucura no final não ocorreria. Somente no fim da novela ela deixou de ser psicopata, transformando-se em louca».

Raquel (Glória Pires, Mulheres de Areia) «Psicopata perfeita. Nota 10. Foi coerente do início ao fim. Ela foi uma criança, adolescente e adulta perversa, fria e calculista, com incrível capacidade para mentiras e sedução. E acabou como toda boa psicopata, não enlouquecendo e sendo coerente com sua história».

  • Marta (Lilia Cabral, em Páginas da Vida) «Psicopata maravilhosa.
  • Só não gostei no final, quando começou a ver a filha morta e deu uma surtada.
  • Mas ela, como psicopata, era muito coerente: humilhava a filha, o marido, o neto e quem passasse por sua frente, sem qualquer traço de remorso ou sentimento pelos demais.

E, quando lhe convinha, se fazia de vítima, confundindo os demais. E ela mantinha o marido ao seu lado, só porque precisava de alguém para humilhar, o que lhe dava grande prazer. Psicopata feita com muita maestria». Yvone (Letícia Sabatella, Caminho das Índias) «A personagem que a Glória Perez está preparando para a Letícia Sabatella (Yvone) é uma psicopata comunitária, ou seja, aquela que vive muito bem com todos, que pratica suas maldades, mente, porém, nunca mata.

  1. Ela vai ser uma psicopata sedutora, vai dizer que sofreu na infância, sendo que, na realidade, é justamente o contrário.
  2. O mais interessante é que a Letícia é uma pessoa doce, e vai usar sua candura para surpreender o público.
  3. A Yvone, se tiver que eliminar alguém, o que não será o caso, irá induzir uma pessoa para fazer o que pretende.

Jamais sujará suas mãos». Violante (Drica Moraes, Xica da Silva) «Psicopata nota 10. Eu adoro a Drica Moraes fazendo vilã. Ela tinha prazer em destruir, tomar o poder, disputar territórios. E usava os outros para matar». Bárbara (Giovanna Antonelli, em Da Cor do Pecado) «Muito legal, foi coerente muito como psicopata, o tempo todo.

  • Não surtou, não virou boazinha.
  • Só tinha uma coisa: às vezes, tinha um senso de humor que parecia que confundia os outros, pois ela própria ria de suas maldades.
  • Como psicopata, está no meio-termo. Nota 9″.
  • HOMENS Leôncio (Leopoldo Pacheco, A Escrava Isaura) «Com certeza, é piscopata e do grau mais alto.

Nota 10. Todas as suas maldades eram recheadas de requinte. Caso Isaura (Lucélia Santos), aceitasse seus apelos e se casasse ou se entregasse a ele, sua vida seria ainda pior. Porque ele seria aquele tipo de marido que tortura, que faria da esposa o grande brinquedo particular.

  • E ele tinha prazer em ver o sofrimento que causava no rosto dela, e nos que atravessavam seu caminho».
  • Olavo (Wagner Moura, Paraíso Tropical) «Esse era psicopata mesmo, sem dúvida alguma, mesmo nos momentos em que se divertia com a Bebel (Camila Pitanga), gerando empatia no público.
  • Foi muito bem feito, bem escrito e que, por isso, passava despercebido como psicopata.

A gente achava que ele tinha carinho pela Bebel. Mas, no final, ele não hesitou em colocar a cabeça dela a prêmio. Ele tinha prazer com ela, não amor. Aquilo não era afeto». Felipe Barreto (Antônio Fagunes, O Dono do Mundo) «Uma das primeiras vezes que me chamou a atenção sobre os psicopatas nas novelas foi o personagem de Antônio Fagundes, em O Dono do Mundo, que não se intimidava em enganar a mulher (Glória Pires), os clientes, a amante e quem passasse pela frente.

Antônio Fagundes nunca foi tão sedutor e glamouroso. Nota 10″. Marcondes Ferraz (Dalton Vigh, Duas Caras) «Tinha tudo para ser um dos maiores psicopatas mas, no meio do caminho, até pela questão da audiência, seu personagem se perdeu. Marcondes Ferraz era um psicopata que, no final, ficou bom. Justificou-se sua maldade com a infância atormentada.

E com os psicopatas a coisa não funciona assim. Dependendo da audiência, a grande maioria dos vilões acaba sendo justificada ou enlouquecendo. E psicopatas não ficam bonzinhos ou enlouquecem. Se tivesse uma continuação de Duas Caras, provavelmente veríamos a Maria Paula (Marjorie Estiano), que lhe deu outra chance no final, sendo abandonada cruelmente novamente.

  1. Porque o psicopata não tem emoção, funciona apenas na razão».
  2. Donato Menezes (Miguel Falabella, As Noivas de Copacabana) «Um psicopata com o máximo da agressividade.
  3. Ele é dos psicopatas mais raros, porém, mais fácil de serem pegos, pois usam métodos e se repetem, durante a execução das vítimas.
  4. São comparados a animais selvagens pois, para eles, não basta matar.

Precisam esquartejar, tirar a cabeça etc. Um psicopata moderado, ao contrário, arruma um matador para fazer o trabalho sujo para ele». PARECE, MAS NÃO É Nazaré Tedesco (Renata Sorrah, Senhora do Destino) «Não era psicopata. Tinha uma coisa mais de psicótica mesmo, de loucura.

  1. A Nazaré tinha uma hipersexualidade, era meio bipolar.
  2. E o psicopata típico não tem muito grilo com o sexo.
  3. O psicopata pratica o sexo para dominar o outro, aumentar seu ego, se vangloriar.
  4. E isso nos faz lembrar do Olavo, de Wagner Moura.
  5. Geralmente, o homem psicopata é brilhante na cama.
  6. Por isso, muitas mulheres ficam presas a ele.

Como ele não se deixa levar, estuda a mulher, vê onde ela mais tem prazer e usa isso como arma de controle. Olavo usava a Bebel para as artimanhas dele. E usava o sexo para dominar outras mulheres, como a noiva (Guilhermina Guinle), que lhe garantia status na sociedade».

Silveirinha (Ary Fontoura, A Favorita) «É um criminoso, não é psicopata. Para funcionar, ele e Dodi precisam de uma mente perversa conduzindo-os, que é a Flora. Vale lembrar que o psicopata não precisa ser o que mata, mas precisa ser aquele que arquiteta, que manda. E é interessante ver que eles só começaram a ser criminosos, depois que ela começou a mandar.

Eles só querem se dar bem. E é o que acontece na maioria das penitenciárias: cerca de 20% dos detentos são psicopatas e esses mandam na maioria, liderando rebeliões e maldades. Assim como Flora, que chegou a ficar presa, eles lideram o restante e os transformam em soldadinhos».