Especias Mixtli

Consejos | Trucos | Comentarios

Quanto Custa Uma Xj6?

Quanto que custa uma XJ6 no Brasil?

R$ 28.000.000. Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Nestes botões você pode mudar a forma de visualizar a listagem de anúncios, de acordo com sua preferência!

Qual é o valor da XJ6 2023?

R$ 25.000. Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência.

Qual é a melhor XJ6 ou Hornet?

77,5 cavalos a 10.500 RPM eo torque a Hornet vai ter.6,53 kgf.ma 10.500 RPM enquanto a XJ tem 6,1 kg de torque. a 8.500 RPM então nessas duas informações a em relação a cavalaria EA torque ou seja puderam reparar que a hornet tem bem mais galera então a hornet sim é mais potente.

Qual é o valor de uma mt-07?

Modelo MT-07 ABS modelo 2024. Preço Público Sugerido: R$ 46.990,00 à vista, sem frete. Preço de Venda R$ 49.139,00 à vista (base ICMS 12%) com frete incluso no valor de R$ 2.149,00, ou financiamento na modalidade de CDC em 12 meses: Entrada de R$ 19.656,00 (40%) e parcelas mensais fixas e sucessivas de R$ 2.621,00.

Por que a XJ6 saiu de linha?

A Yamaha anunciou nesta sexta-feira (1) a despedida de um modelo da linha de motos zero quilômetro no Brasil: a XJ6-N, que chegou ao país em há nove anos, deixa de ser fabricada. De acordo com o comunicado enviado pela fabricante, a XJ6-N deixa o lineup após uma decisão «alinhada com a estratégia global de desenvolver e oferecer produtos com tecnologias mais modernas, traduzidas em motos mais leves, com motores mais eficientes e que atendam às novas exigências da legislação».

  1. Segundo a fabricante, foram comercializadas cerca de 21 mil unidades do modelo ao longo dos nove anos de existência da moto no Brasil – o único país que ainda produzia a motocicleta, que havia sido descontinuada no exterior em 2016.
  2. A linha de naked de média e alta cilindrada da Yamaha segue agora com dois modelos, a MT-07 – com a nova geração que chegou ao Brasil no final do ano passado – e a MT-09, que já recebeu uma reestilização no exterior mas ainda não desembarcou por aqui.

Ainda há unidades da XJ6-N à venda no Brasil e o preço sugerido é de R$ 34.690 (sem frete), nas cores Racing Blue (azul) e Matt Gray (Cinza). Foto: Divulgação Fonte: Equipe MOTO.com.br

Qual é a moto mais cara do mundo?

Qual é a velocidade máxima da moto Neiman Marcus Limited Edition? – A velocidade máxima da Neiman Marcus Limited Edition Fighter é de 305 km/h. Mas é importante que o amigo condutor saiba que, apesar dos números hiperlativos, esta não é a moto mais rápida do mundo. Confira algumas das motocicletas que batem a velocidade máxima da Neiman Marcus Limited Edition:

Kawasaki Ninja H2R (400 km/h). MTT Turbine Superbike Y2K (365 km/h). Lightning LS-218 (351 km/h). BMW S 1000 RR – 2ª geração (350 km/h). Kawasaki Ninja ZX-14R (335 km/h). Ducati Panigale V4-R (331 km/h). Aprilia RSV4 1.100 RR Factory (316 km/h). Suzuki GSX-1.300R Hayabusa (312 km/h).

Estas máximas de velocidade podem empolgar o imaginário dos condutores, mas é importante ter em mente que, para o trânsito em vias públicas, é importante respeitar os limites de velocidade. Afinal, não é porque o moto tem grande capacidade de ser veloz que ela tem autorização para desrespeitar a lei. Quanto Custa Uma Xj6 De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no artigo 218, o motorista que transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias, confira infração de trânsito. A gravidade se distribui seguindo as seguintes situações:

Quando a velocidade for superior à máxima em até 20% (vinte por cento): infração média e multa como penalidade. Quando a velocidade for superior à máxima em mais de 20% (vinte por cento) até 50% (cinquenta por cento): Infração grave e multa como penalidade. Transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias, quando a velocidade for superior à máxima em mais de 50% (cinquenta por cento): infração gravíssima, multa multiplicada por três como penalidade, além de suspensão do direito de dirigir.

Qual é o valor de uma mt-03?

MT-03 ABS 2024 em até 36x – Rede Yamaha RJ Quanto Custa Uma Xj6 A MT-03 ABS 2024 é a melhor opção para quem deseja leveza e agilidade na cidade, mas não abre mão de performance e estabilidade nas estradas. A líder da categoria ficou ainda melhor, com novas cores, freios ABS de série e a força já conhecida do motor bicilíndrico de 321 cc, com potência de 42 cv.

  • O design agressivo e moderno, característico da série MT, segue impressionando, sobretudo à noite, com luzes de posição e lanterna em LED.
  • Escolha entre as cores Racing Blue, Storm Fluo e X-Black e descubra tudo que a MT-03 ABS 2024 tem a oferecer.
  • MT-03 ABS 2024 com o melhor preço e as melhores condições: • Entrada de R$ 9.823,00 + 36x de R$ 862,00, com taxa de 1,49% a.m.

(frete incluso) ou • Entrada de R$ 16.372,00 + 12x de R$ 1.517,00, com taxa de 0,79% a.m. (frete incluso) Ou à vista: R$ 31.390,00 + frete Modelo MT-03 ABS modelo 2024. Preço Público Sugerido: R$ 31.390,00 à vista, sem frete, Preço de Venda R$ 32.743,00 à vista (base ICMS 12%) com frete incluso no valor de R$ 1.353,00, ou financiamento na modalidade de CDC em 12 meses: Entrada de R$ 16.372,00 (50%) e parcelas mensais fixas e sucessivas de R$ 1.517,00.

Taxa de juros de 0,79% a.m. e 10% a.a. Custo efetivo total (CET) 22,01% a.a., IOF no valor de R$ 65,49. Valor total a ser financiado R$ 17.299,49 e valor final total (com encargos de financiamento) de R$ 34.576,00. Ou em 36 meses: Entrada de R$ 9.823,00 (30%) e parcelas mensais fixas e sucessivas de R$ 862,00.

Taxa de juros de 1,49% a.m. e 19% a.a. Custo efetivo total (CET) 22,99% a.a., IOF no valor de R$ 90,38. Valor total a ser financiado R$ 23.873,38 e valor final total (com encargos de financiamento) de R$ 40.855,00. Para o cálculo da CET foi considerada a tarifa de cadastro de R$ 530,00, valor de IOF informado em cada condição e valor médio de registro de contrato de R$ 263,00.

  • O valor da taxa de registro de contrato praticado em cada Estado altera o valor da parcela de financiamento divulgada.
  • Confira o valor da taxa de registro de contrato vigente e ICMS no Estado de emplacamento da motocicleta no ato da compra.
  • Em caso de inadimplência, é permitida a cobrança de: Multa moratória de 2% mais juro de mora de 1% + taxa de juros remuneratórios pactuados no contrato ao mês (resolução 4558 do Banco Central).

Conforme Art.52, § 2º da Lei Fed.8.078/90, do Código de Defesa do Consumidor fica assegurado ao consumidor à liquidação antecipada do débito total ou parcialmente, mediante redução proporcional dos juros e demais acréscimos. As Condições gerais da Cédula de Crédito Bancário Operações de Financiamento de Bens está disponível no site do Banco Yamaha.

Carência de 30 dias para pagamento da primeira parcela de financiamento. Condições válidas exclusivamente para financiamentos realizados pelo Banco Yamaha Motor do Bra Brasil S.A. https://www.yamahaservicosfinanceiros.com.br/banco. De 01/07/2023 a 31/08/2023, limitados a 50 unidades de cada modelo (independente do plano de financiamento).

Crédito sujeito à aprovação. Apenas nas concessionárias participantes. As motocicletas Yamaha estão em conformidade com o los e Veículos Similares). BANCO YAMAHA MOTOR DO BRA Brasil S.A. https://www.yamahaservicosfinanceiros.com.br/banco. Rod. Pres. Dutra, Km 214 – Guarulhos – SP – Brasil – CEP 07178-580 -SAC Produtos: (11) 2431-6500 – [email protected].

  • Al. São Boaventura, 480, Fonseca, Niterói-RJ / 24120-191
  • (21) 2627-5610
  • AW-798062307/GF3zCKK2z4YBEOPtxfwC
  1. R. Francisco Portela, 2476, Porto Novo, São Gonçalo-RJ / 24435-005
  2. (21) 3583-6986
  3. AW-798062307/gPMhCOyQt4YBEOPtxfwC
  • Av. Dom Hélder Câmara, 5085, OEX, Cachambi, Rio de Janeiro-RJ / 20751-000
  • (21) 3315-7500
  • AW-798062307/VFvVCOCYxoYBEOPtxfwC
  1. Av. Benjamin Pinto Dias, 1027, Centro, Belford Roxo-RJ / 26130-000
  2. (21) 3664-6200
  3. AW-798062307/FG-6CNG7z4YBEOPtxfwC
  • R. Damas Batista, 11, Centro, Nova Iguaçu-RJ / 26220-180
  • (21) 2882-3200
  • AW-798062307/Q78mCOKPt4YBEOPtxfwC
  1. Av. de Santa Cruz, 1765, Realengo, Rio de Janeiro-RJ / 21710-255
  2. (21) 3107-8000
  3. AW-798062307/vd_fCL_Gp8IBEOPtxfwC
  • Est. das Capoeiras, 713, Campo Grande, Rio de Janeiro-RJ / 23085-660
  • (21) 3738-4838
  • AW-798062307/uvTbCPmFt4YBEOPtxfwC
  1. Est. Francisco da Cruz Nunes, 4624, Piratininga, Niterói-RJ / 24350-310
  2. (21) 4126-0016
  3. AW-798062307/75miCLroqckDEOPtxfwC
  • R. das Laranjeiras, 291/301, Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ / 22240-001
  • (21) 2554-2200
  • AW-798062307/JoKrCJyZxoYBEOPtxfwC
  1. R. Bonsucesso, 200, Bonsucesso, Rio de Janeiro-RJ / 21040-320
  2. (21) 2135-7142
  3. AW-798062307/fSyJCN6Ip8kDEOPtxfwC
  • R. São Francisco Xavier, 242, Maracanã, Rio de Janeiro-RJ / 20550-012
  • (21) 2204-4700
  • AW-798062307/ub4PCPCWxoYBEOPtxfwC

Av. das Américas, 13.999, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro-RJ / 22790-701 (21) 3664-6200 AW-798062307/zt-vCO6Bm5ECEOPtxfwC

  1. Av. Automóvel Clube, 421, Jardim Meriti, São João de Meriti-RJ / 25515-125
  2. (21) 2651-8000
  3. AW-798062307/xiBiCNqYxoYBEOPtxfwC

Av. Ayrton Senna, 2600, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro-RJ / 22775-003 (21) 96707-4188

  • R. Anália Franco, 10, Campinho, Rio de Janeiro-RJ / 21330-120
  • (21) 2554-2200
  • AW-798062307/H3X8CMzw1L4CEOPtxfwC
  1. Av. Getúlio Vargas, 1878, Centro, Nilópolis-RJ / 26510-010
  2. (21) 3281-7978
  3. AW-798062307/2ax8CJ3k9sgDEOPtxfwC

Rua Marquês de Paraná, 151, Centro, Niterói-RJ / 24220-000 (21) 3741-6100

  • Av. Braz de Pina, 397, Penha, Rio de Janeiro-RJ / 21070-031
  • (21) 2270-7022
  • AW-798062307/F6tdCPWYxoYBEOPtxfwC
  1. Av. Érico Veríssimo, 522, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro-RJ / 22621-180
  2. (21) 3433-5013
  3. AW-798062307/H39gCPuNt4YBEOPtxfwC
  • Rua Mal. Floriano, 506, Jardim Vinte e Cinco de Agosto, Duque de Caxias-RJ / 25075-025
  • (21) 2775-9191
  • AW-798062307/fMfcCI6Pt4YBEOPtxfwC
  1. Av. Geremário Dantas, 650, Jacarepaguá, Rio de Janeiro-RJ / 22760-401
  2. (21) 3392-9955
  3. (21) 97042-0139
  4. AW-798062307/ZXsRCKOGt4YBEOPtxfwC
  • R. Arnaldo Quintela, 30, Botafogo, Rio de Janeiro-RJ / 22280-070
  • (21) 2541-7288
  • AW-798062307/tlzmCLecxoYBEOPtxfwC

: MT-03 ABS 2024 em até 36x – Rede Yamaha RJ

See also:  Quando Inicia A Copa Do Mundo 2022?

Qual a velocidade máxima da XJ6?

TOP SPEED 227 KM/H – YouTube.

Quanto Dura o motor da XJ6?

Quanto tempo dura o motor de uma moto – Tudo vai depender – e muito – dos hábitos do motociclista. Se tudo correr normalmente, ou seja, se você não sofreu acidentes o motor da moto pode durar entre 12 e 15 anos, Esse prazo pode aumentar se a moto for de alta categoria e o dono respeitar os prazos de manutenção e revisão.

Qual é o valor da XJ6 2012?

Preço de YAMAHA XJ6 2012 na Tabela Fipe

Versão Cod. FIPE Preço
nabs 827076-7 R$ 34.146
f 827077-5 R$ 30.004

Quantas cilindradas tem a XJ6 tem?

Yamaha XJ6 N – Preco, Ficha Tecnica, Consumo, Fotos e Video A Yamaha XJ6 foi uma motocicleta naked de quatro cilindros, porta de entrada no mundo das 600 cc no universo da marca. Lançada em 2009, foi um dos modelos mais emblemáticos de sua época e disputava mercado com a famosa, numa briga que move com muitos fãs até hoje.

Qual é o valor da MT-09?

MT-09 ABS 2024 em até 36x Quanto Custa Uma Xj6 Proporcionando mais estabilidade em acelerações bruscas ou em pisos de baixa aderência, o controle de tração da MT-09 ABS 2024 é garantia de segurança. Já a embreagem deslizante dessa motocicleta brutal impede que a roda traseira trave durante as reduções de marcha em alta rotação.

Tudo na MT-09 ABS 2024 é para você aproveitar a pilotagem ao máximo. A MT-09 ABS 2024 está disponível nas cores Storm Fluo, Metal Black e Racing Blue. MT-09 ABS 2024 com o melhor preço e as melhores condições: • Entrada de R$ 18.565,00 + 36x de R$ 1.682,00, com taxa de 1,79% a.m. (frete incluso) ou • Entrada de R$ 24.753,00 + 24x de R$ 1.858,00, com taxa de 1,29% a.m.

(frete incluso) Ou à vista: R$ 59.690,00 + frete Modelo MT-09 ABS modelo 2024. Preço Público Sugerido: R$ 59.690,00 à vista, sem frete, Preço de Venda R$ 61.882,00 à vista (base ICMS 12%) com frete incluso no valor de R$ 2.192,00, ou financiamento na modalidade de CDC em 24 meses: Entrada de R$ 24.753,00 (40%) e parcelas mensais fixas e sucessivas de R$ 1.858,00.

Taxa de juros de 1,29% a.m. e 17% a.a. Custo efetivo total (CET) 19,85% a.a., IOF no valor de R$ 144,37. Valor total a ser financiado R$ 38.136,37 e valor final total (com encargos de financiamento) de R$ 69.345,00. Ou em 36 meses: Entrada de R$ 18.565,00 (30%) e parcelas mensais fixas e sucessivas de R$ 1.682,00.

Taxa de juros de 1,79% a.m. e 24% a.a. Custo efetivo total (CET) 25,87% a.a., IOF no valor de R$ 167,88. Valor total a ser financiado R$ 44.347,88 e valor final total (com encargos de financiamento) de R$ 79.117,00. Para o cálculo da CET foi considerada a tarifa de cadastro de R$ 600,00, valor de IOF informado em cada condição e valor médio de registro de contrato de R$ 263,00.

  1. O valor da taxa de registro de contrato praticado em cada Estado altera o valor da parcela de financiamento divulgada.
  2. Confira o valor da taxa de registro de contrato vigente e ICMS no Estado de emplacamento da motocicleta no ato da compra.
  3. Em caso de inadimplência, é permitida a cobrança de: Multa moratória de 2% mais juro de mora de 1% + taxa de juros remuneratórios pactuados no contrato ao mês (resolução 4558 do Banco Central).

Conforme Art.52, § 2º da Lei Fed.8.078/90, do Código de Defesa do Consumidor fica assegurado ao consumidor à liquidação antecipada do débito total ou parcialmente, mediante redução proporcional dos juros e demais acréscimos. As Condições gerais da Cédula de Crédito Bancário Operações de Financiamento de Bens está disponível no site do Banco Yamaha.

Carência de 30 dias para pagamento da primeira parcela de financiamento. Condições válidas exclusivamente para financiamentos realizados pelo Banco Yamaha Motor do Brasil S.A. (https://www.yamahaservicosfinanceiros.com.br/banco.De 01/07/2023 a 31/08/2023, limitados a 50 unidades de cada modelo (independente do plano de financiamento).

Crédito sujeito à aprovação. Apenas nas concessionárias participantes. As motocicletas Yamaha estão em conformidade com o los e Veículos Similares). BANCO YAMAHA MOTOR DO BRASIL S.A. Rod. Pres. Dutra, Km 214 – Guarulhos – SP – Brasil – CEP 07178-580 -SAC Produtos: (11) 2431-6500 – [email protected]. (81) 2129-0202 (81) 98745-0002 : MT-09 ABS 2024 em até 36x

Quantos km a mt-03 faz com 1 l de gasolina?

A Yamaha MT-03 2020 não mudou quase nada: é a mesma moto vendida em 2018. A única novidade é a cor cinza fosca metálica das carenagens, que harmoniza com o tom laranja radiante das rodas e do emblema na lateral. Seu preço sugerido é de R$ 21.990, sem frete. Em São Paulo, quando adicionados os R$ 928 cobrados pelo carreto o valor sobe para R$ 22.918. A garantia é de um ano. Quanto Custa Uma Xj6 Dianteira tem farol halógeno, luzes de posição de LED e pequena carenagem (Foto: Daniel das Neves/AE) — Foto: Auto Esporte Não é raro encontrar por aí gente que confunde a antiga MT-03 de 660 cm³, vendida no Brasil em 2008, com a nova MT-03, lançada por aqui em 2016. Quanto Custa Uma Xj6 Motor bicilíndrico de 321cm³ é liso e tem 42 cv a 10.750 e 3,01 a 9.000 rpm (Foto: Daniel das Neves/AE) — Foto: Auto Esporte As revoluções nas quais a potência é entregue por completo denunciam que a japonesa emoldura um propulsor girador. O torque despejado em todas as faixas de rotações chegou até a me confundir em alguns momentos. Quanto Custa Uma Xj6 Painel tem velocímetro e hodômetro digitais, shift light e conta-giros analógico (Foto: Daniel das Neves/AE) — Foto: Auto Esporte Para evitar tais enganos, a montadora instalou um providencial mostrador de marcha no painel. O display híbrido mescla o conta-giros analógico a duas telas digitais,

As telas exibibem um velocímetro grande, shift light para avisar o momento de troca de marchas, consumo, nível de combustível, hodômetro total e parcial e luzes de sinzalização e de advertência. O ruído do bicilíndrico não chega a incomodar nem mesmo em velocidade de cruzeiro. É mais fácil ouvir a ventoinha da refrigeração trabalhando do que o esforço do propulsor em si.

Rodando em trecho misto, pela cidade e por estrada, o consumo ficou em 20,8 km/l (ou 4,8 litros por 100 km). Como o tanque leva 14 litros, a autonomia é de aproximados 280 km. Quanto Custa Uma Xj6 Banco do piloto é confortável e tem apenas 780 m de altura em relação ao solo (Foto: Daniel das Neves/AE) — Foto: Auto Esporte O design parecido com o das irmãs maiores MT-07 e MT-09 é reforçado pelas entradas de ar nas laterais do tanque e pelo spoiler abaixo do motor. Quanto Custa Uma Xj6 MT-03 tem ótima ciclística e desempenho; consumo fica na casa dos 20 km/l (Foto: Daniel das Neves/AE) — Foto: Auto Esporte O modelo de entrada da família MT foi líder de vendas no segmento em 2018 e continua a nadar de braçada em 2019. Entre janeiro e maio deste ano, suas vendas somaram 3.205 unidades, contra 2.507 da Honda CB 500F, Quanto Custa Uma Xj6 No acumulado do ano, foram vendidas mais de 3.200 unidades do modelo (Foto: Daniel das Neves/AE) — Foto: Auto Esporte Já o ajuste firme das suspensões ajuda a contornar as curvas com mais confiança, ainda que não seja das mais macias. O conjunto é formado por garfo telescópico com 41 mm de diâmetro na dianteira e balança monoamortecida com 125 mm de curso na roda traseira.

Completam o kit conforto e estabilidade o par de pneus Metzeler, O da frente mede 110/70 R17 e o de trás, 140/70 R17, No entanto, as pedaleiras recuadas e elevadas deixam as pernas flexionadas. Mesmo que o guidão não seja tão baixo, o condutor viaja com o corpo levemente projetado. A posição esportiva confere agilidade, mas não é tão ergonômica e natural.

Isso cansa um pouco quando os passeios são longos. Quanto Custa Uma Xj6 Lanterna traseira de led tem bom poder de iluminação (Foto: Daniel das Neves / Autosporte) — Foto: Auto Esporte A MT-03 passa tranquilamente pelos corredores de carros e muda fácil de direção no ziguezague cotidiano. A boa ciclística é, em parte, fruto do baixo peso de 166 quilos em ordem de marcha, do chassi do tipo diamante e da curta distância entre-eixos, de 1,30 metro. Quanto Custa Uma Xj6 Modelo 2020 vem com inédita pintura cinza fosca que contrasta com rodas laranjas (Foto: Daniel das Neves/AE) — Foto: Auto Esporte Em resumo, a moto é boa de pilotar, com desempenho, ciclística e design acertados. E se depender da concorrência, ela continuará continuar puxando a fila da categoria em 2019. Quanto Custa Uma Xj6 Suspensão dianteira é firme e deixa a moto boa de curvas (Foto: Daniel das Neves/AE) — Foto: Auto Esporte Quem mais se aproxima do sucesso da MT-03 é a Honda CB 500F, vendida por R$ 25.390, sem frete. Apesar de ser uma das referências do segmento, a 500 também pode ser classificada como média.

Por isso, a Yamaha MT-03 é uma das melhores opções, se não a melhor, para quem quer migrar de uma 125 cm³, 150 cm³ ou 160 cm³ dando um pulo pequeno. Ela também pode ser a sua primeira moto, desde que você faça aulas de pilotagem para aprimorar suas habilidades antes de se aventurar em um trânsito hostil.

Coisa que as autoescolas não ensinam. Ficha técnica Motor: Dois cilindros em linha, 321 cm³, arrefecido a líquido, 4 tempos, 8V, DOHC Potência: 42 cv a 10.750 rpm Torque: 3,01 kgfm a 9.000 rpm Câmbio: Seis marchas, por corrente Suspensão: Garfo com 41 mm de diâmetro e 130 mm de curso na dianteira; e balança monoamortecida com 125 mm de curso na roda traseira Freios: Disco simples de 298 mm de diâmetro com pinça de dois pistões na dianteira; e disco simples de 220 mm com pinça de um pistão na traseira, com ABS Pneus: Metzeler de 110/70 R17 na dianteira; e 140/70 R17 na traseira Dimensões Comprimento: 2,09 m; largura: 745 mm; altura do banco: 780 mm; entre-eixos: 1,39 m Tanque: 14 litros Peso: 166 kg (em ordem de marcha)

See also:  Por Quanto Tempo Posso Tomar Complexo B?

Qual a cilindrada da MT 01?

( 1.700 cilindradas )

Quantas XJ6 tem no Brasil?

Yamaha anuncia fim da produo da XJ6-N no Brasil

A Yamaha anunciou nesta sexta-feira (1) a despedida de um modelo da linha de motos zero quilômetro no Brasil: a XJ6-N, que chegou ao país em há nove anos, deixa de ser fabricada.De acordo com o comunicado enviado pela fabricante, a XJ6-N deixa o lineup após uma decisão «alinhada com a estratégia global de desenvolver e oferecer produtos com tecnologias mais modernas, traduzidas em motos mais leves, com motores mais eficientes e que atendam às novas exigências da legislação».Segundo a fabricante, foram comercializadas cerca de 21 mil unidades do modelo ao longo dos nove anos de existência da moto no Brasil – o único país que ainda produzia a motocicleta, que havia sido descontinuada no exterior em 2016.A linha de naked de média e alta cilindrada da Yamaha segue agora com dois modelos, a MT-07 – com a nova geração que chegou ao Brasil no final do ano passado – e a MT-09, que já recebeu uma reestilização no exterior mas ainda não desembarcou por aqui.

Ainda há unidades da XJ6-N à venda no Brasil e o preço sugerido é de R$ 34.690 (sem frete), nas cores Racing Blue (azul) e Matt Gray (Cinza). Foto: Divulgação Fonte: Equipe MOTO.com.br : Yamaha anuncia fim da produo da XJ6-N no Brasil

Qual é a concorrente da XJ6?

Garagem MOTO#5: Honda CBR 650F pega Yamaha XJ6 F pela frente Já perdemos a conta das vezes em que dissemos, num comparativo, que uma moto da Honda era mais amigável e fácil de pilotar que a oponente. Em compensação, o modelo da marca da asa em geral não emocionava tanto quanto a rival.

Isso até que chegamos ao combate desta vez: a nova Honda CBR 650F, que está passando uma temporada com a gente no Garagem MOTO, tem pela frente a arquirival Yamaha XJ6 F. Duas motos de quatro cilindros e cilindrada média, visual esportivo e tocada divertida. Qual a mais empolgante? Lá fomos então eu e o nosso consultor técnico Eduardo Silveira pegar a estrada.

Como andei bastante na CB 650F, versão naked da CBR aqui presente, comecei pela XJ6. E ela é muito gostosa de pilotar. Posto de comando confortável (com guidão acima da mesa), banco cômodo, comandos leves, câmbio macio e um motor «lisinho» fazem a alegria do condutor, seja ele inciante ou mais experiente.

Para os novatos, o comportamento suave do tetracilíndrico da Yamaha cai como uma luva: é fácil conduzir sem trancos ou acelerações bruscas – as repostas só começam a ficar fortes acima das 6 mil rpm. Na cidade, as suspensões macias e a posição mais ereta de pilotagem proporcionam conforto acima da média para este tipo de moto – tem até cavalete central para a hora de estacionar.

Fora isso, ela é estreita e os retrovisores são elevados, de modo que passar no corredor formado entre os carros não é problema. Incomoda, apenas, o bafo do motor na perna, que se manifesta depois de algum tempo pilotando. Pegamos a estrada e a XJ sem mantém fogosa.

  1. Passo a esticar as marchas e percebo que a vibração é mínima mesmo perto da rotação de corte do motor.
  2. O ronco é instigante, fazendo com que seja bastante prazeroso fazer as trocas de marcha com o motor cheio.
  3. O desempenho não chega a tirar o fôlego, mas também não há do que reclamar: o motor de exatas 599 cc entrega 77,5 cv de potência a 10 mil rpm e 6,08 kgfm de torque a 8,5 mil giros.

É o suficiente para mover com alegria os não muito esbeltos 220 kg desta Yamaha. Quando pintam as curvas, a XJ6 também não se faz de rogada. Apesar de macia, ela é bem estável e os freios (agora com ABS) respondem com eficiência e boa sensação na manopla e pedal.

Ou seja, é uma moto redondinha: todo o conjunto parece muito bem dimensionado ao desempenho do motor, sendo fácil de tocar esta Yamaha num ritmo divertido – sem muita exigência do piloto. Um senão fica para a falta de um computador de bordo no painel, já que uma moto de mais de R$ 30 mil merecia pelo menos um mostrador de consumo médio.

O acabamento agrada e os comandos são simples, mas bem feitos. E, apesar de já ter alguns anos de carreira, a XJ6 F continua com visual bacana, que ganhou ainda mais destaque com o novo grafismo recebido na linha 2014. Lado a lado com a CBR, você não diz que a Yamaha é mais antiga.

  • A Honda é bonita, mas, como tem acontecido com os últimos lançamentos da marca, a CB 650F tem desenho discreto.
  • A exceção fica para a parte de baixo da moto, que tem pegada mais esportiva com os discos de freio do tipo margarida (de maiores dimensões que os da XJ6 na frente) e o pneu mais largo na traseira (180/55 contra 160/60, sendo que na dianteira as duas usam 120/60).

As rodas são aro 17″ nos dois casos. Outras semelhanças ficam por conta do desenho frontal, que traz farol único com formato de escudo, e pela saída de escape curtinha, quase embutida no quadro. Já as diferenças aparecem mais na traseira, com vantagem para a Yamaha: ela conta com banco dividido e uma alça para o garupa, de modo que o carona viaja mais bem acomodado.

Na Honda, o banco é único e inclinado para a frente, além de não haver lugar para segurar – os únicos pinos disponíveis servem apenas para amarrar carga. A gata vai reclamar! Logo ao montar na CBR nota-se seu perfil mais esportivo. Os semiguidões ficam baixos e são estreitos, obrigando a uma postura mais agressiva que na XJ.

O painel é bonito, com dois mostradores digitais, e conta com computador de bordo. Os comandos têm aspecto mais moderno que os da Yamaha, mas, para complicar, a Honda insiste na inversão de seta e buzina – algo que ainda demoro a acostumar quando venho de outra moto.

  • Não é preciso nem começar a esticar as marchas para perceber o maior fôlego da CBR.
  • Principal argumento da Honda com esta moto é a ampla oferta de torque desde baixos giros, e isso ela tem mesmo: são 6,8 kgfm a 8 mil rpm, uma vantagem de 0,7 kgfm em relação a Yamaha – e ainda entregue 500 giros mais cedo.

Enrole o cabo e a CBR continuará na frente, com uma diferença de quase 10 cv de potência para um total de 87 cv a 11 mil giros. Ponto negativo é que a partir de 9 mil rpm o motor Honda não gira tão suave quanto o Yamaha, e parece trabalhar forçado. Se você não olhar o conta-giros, acaba subindo a marcha por achar que a rotação de corte está chegando, quando na verdade ainda há margem para avançar.

  1. Temos então, pela postura e desempenho, uma moto mais focada em esportividade na CBR do que na XJ6.
  2. E essa impressão (verdadeira) se mantém nos demais aspectos da pilotagem.
  3. As suspensões, por exemplo, são mais firmes na Honda.
  4. Ela é dura no asfalto remendado, mas dá para entrar com mais precisão em curvas rápidas, sem que o conjunto balance, além de o pneu traseiro mais largo oferecer mais área de contato.

O mesmo vale para os freios, que embora sem ABS nesta versão Standard avaliada, mostraram uma mordida mais forte que a da rival. De resto a CBR faz o que se espera de uma Honda. Mesmo mais «torcuda» que a XJ6, ela é fácil de pilotar, o câmbio é uma manteiga e a ginga para mudar de direção é excelente, fazendo parecer que estamos numa moto de baixa cilindrada.

  • No trânsito, ela é ainda mais estreita que a concorrente e baila com destreza entre os carros.
  • Também não há do que se queixar em termos de acabamento: tudo bem montado e feito com bons materiais, ainda que sem luxos.
  • O painel em dois visores é bacana e o conta-giros, mesmo digital, tem leitura legal.

Por fim, mas não menos importante nesses dias de gasosa a mais de R$ 3, o consumo foi relativamente parelho entre as duas. Na Yamaha, mais econômica em uso moderado, as médias variaram de 16,5 km/l a 21,5 km/l, dependendo do modo de pilotagem. Já a Honda variou de 16,0 km/l a 18,9 km/l nas mesmas condições, lembrando que a CBR tem motor um pouco maior (650 contra 600 cc) e é mais girador – portanto é normal que «beba» mais quando exigido.

Chegamos então à velha conclusão que norteia nossos comparativos: o que você deseja do seu próximo veículo? Temos na XJ6 uma moto mais confortável para uso diário, tanto na posição de pilotagem quanto na absorção de impactos, mas sem deixar de ser divertida. A Honda também será boa companheira de dia-a-dia, mas é preciso considerar a posição um pouco mais cansativa e a suspensão firme, mas ainda assim ela tem uso descomplicado mesmo para iniciantes.

E o principal em se tratando de de motos desta categoria: a CBR tem DNA mais esportivo no conceito e na prática, empolgando mais na hora de acelerar. Caso opte pela Honda, vale ficar ligado no preço sugerido, pois como a CBR 650 é lançamento as concessionárias têm aproveitado o momento e cobrado ágio de cerca de R$ 2 mil.

  • Na versão STD ela é tabelada a R$ 30.690, passando a R$ 32.890 na versão ABS, mas nas lojas encontramos a STD por pelo menos R$ 32.690 e a com ABS até por R$ 35 mil.
  • No caso da Yamaha, há mais tempo no mercado, a situação é contrária: encontramos facilmente a XJ6 F com desconto sobre o preço sugerido, a partir de R$ 28.990 (a tabela começa em R$ 29.490).
See also:  Qual O Dia Do Carnaval?

Já o modelo com ABS é menos ofertado, mas sai pelos R$ 32.590 anunciados pela marca. Texto e fotos: Daniel Messeder

Qual a moto que substituiu a XJ6?

Com 21 mil unidades vendidas no período, a XJ6 N foi uma das principais rivais da Honda Hornet, que depois foi substituída pela CB 650F.

Quantas XJ6 tem no Brasil?

Yamaha anuncia fim da produo da XJ6-N no Brasil

A Yamaha anunciou nesta sexta-feira (1) a despedida de um modelo da linha de motos zero quilômetro no Brasil: a XJ6-N, que chegou ao país em há nove anos, deixa de ser fabricada.De acordo com o comunicado enviado pela fabricante, a XJ6-N deixa o lineup após uma decisão «alinhada com a estratégia global de desenvolver e oferecer produtos com tecnologias mais modernas, traduzidas em motos mais leves, com motores mais eficientes e que atendam às novas exigências da legislação».Segundo a fabricante, foram comercializadas cerca de 21 mil unidades do modelo ao longo dos nove anos de existência da moto no Brasil – o único país que ainda produzia a motocicleta, que havia sido descontinuada no exterior em 2016.A linha de naked de média e alta cilindrada da Yamaha segue agora com dois modelos, a MT-07 – com a nova geração que chegou ao Brasil no final do ano passado – e a MT-09, que já recebeu uma reestilização no exterior mas ainda não desembarcou por aqui.

Ainda há unidades da XJ6-N à venda no Brasil e o preço sugerido é de R$ 34.690 (sem frete), nas cores Racing Blue (azul) e Matt Gray (Cinza). Foto: Divulgação Fonte: Equipe MOTO.com.br : Yamaha anuncia fim da produo da XJ6-N no Brasil

Qual é o valor de uma mt-03?

MT-03 ABS 2024 em até 36x Quanto Custa Uma Xj6 A MT-03 ABS 2024 é a melhor opção para quem deseja leveza e agilidade na cidade, mas não abre mão de performance e estabilidade nas estradas. A líder da categoria ficou ainda melhor, com novas cores, freios ABS de série e a força já conhecida do motor bicilíndrico de 321 cc, com potência de 42 cv.

O design agressivo e moderno, característico da série MT, segue impressionando, sobretudo à noite, com luzes de posição e lanterna em LED. Escolha entre as cores Racing Blue, Storm Fluo e X-Black e descubra tudo que a MT-03 ABS 2024 tem a oferecer. MT-03 ABS 2024 com o melhor preço e as melhores condições: • Entrada de R$ 9.823,00 + 36x de R$ 862,00, com taxa de 1,49% a.m.

(frete incluso) ou • Entrada de R$ 16.372,00 + 12x de R$ 1.517,00, com taxa de 0,79% a.m. (frete incluso) Ou à vista: R$ 31.390,00 + frete Modelo MT-03 ABS modelo 2024. Preço Público Sugerido: R$ 31.390,00 à vista, sem frete, Preço de Venda R$ 32.743,00 à vista (base ICMS 12%) com frete incluso no valor de R$ 1.353,00, ou financiamento na modalidade de CDC em 12 meses: Entrada de R$ 16.372,00 (50%) e parcelas mensais fixas e sucessivas de R$ 1.517,00.

  • Taxa de juros de 0,79% a.m.
  • E 10% a.a.
  • Custo efetivo total (CET) 22,01% a.a., IOF no valor de R$ 65,49.
  • Valor total a ser financiado R$ 17.299,49 e valor final total (com encargos de financiamento) de R$ 34.576,00.
  • Ou em 36 meses: Entrada de R$ 9.823,00 (30%) e parcelas mensais fixas e sucessivas de R$ 862,00.

Taxa de juros de 1,49% a.m. e 19% a.a. Custo efetivo total (CET) 22,99% a.a., IOF no valor de R$ 90,38. Valor total a ser financiado R$ 23.873,38 e valor final total (com encargos de financiamento) de R$ 40.855,00. Para o cálculo da CET foi considerada a tarifa de cadastro de R$ 530,00, valor de IOF informado em cada condição e valor médio de registro de contrato de R$ 263,00.

  1. O valor da taxa de registro de contrato praticado em cada Estado altera o valor da parcela de financiamento divulgada.
  2. Confira o valor da taxa de registro de contrato vigente e ICMS no Estado de emplacamento da motocicleta no ato da compra.
  3. Em caso de inadimplência, é permitida a cobrança de: Multa moratória de 2% mais juro de mora de 1% + taxa de juros remuneratórios pactuados no contrato ao mês (resolução 4558 do Banco Central).

Conforme Art.52, § 2º da Lei Fed.8.078/90, do Código de Defesa do Consumidor fica assegurado ao consumidor à liquidação antecipada do débito total ou parcialmente, mediante redução proporcional dos juros e demais acréscimos. As Condições gerais da Cédula de Crédito Bancário Operações de Financiamento de Bens está disponível no site do Banco Yamaha.

  1. Carência de 30 dias para pagamento da primeira parcela de financiamento.
  2. Condições válidas exclusivamente para financiamentos realizados pelo Banco Yamaha Motor do Bra Brasil S.A.
  3. Https://www.yamahaservicosfinanceiros.com.br/banco.
  4. De 01/07/2023 a 31/08/2023, limitados a 50 unidades de cada modelo (independente do plano de financiamento).

Crédito sujeito à aprovação. Apenas nas concessionárias participantes. As motocicletas Yamaha estão em conformidade com o los e Veículos Similares). BANCO YAMAHA MOTOR DO BRA Brasil S.A. https://www.yamahaservicosfinanceiros.com.br/banco. Rod. Pres. Dutra, Km 214 – Guarulhos – SP – Brasil – CEP 07178-580 -SAC Produtos: (11) 2431-6500 – [email protected].

  • R. Bonsucesso, 200, Bonsucesso, Rio de Janeiro-RJ / 21040-320
  • (21) 2135-7142
  • AW-798062307/fSyJCN6Ip8kDEOPtxfwC
  1. Av. Braz de Pina, 397, Penha, Rio de Janeiro-RJ / 21070-031
  2. (21) 2270-7022
  3. AW-798062307/F6tdCPWYxoYBEOPtxfwC
  • Av. Automóvel Clube, 421, Jardim Meriti, São João de Meriti-RJ / 25515-125
  • (21) 2651-8000
  • AW-798062307/xiBiCNqYxoYBEOPtxfwC
  1. R. Anália Franco, 10, Campinho, Rio de Janeiro-RJ / 21330-120
  2. (21) 2554-2200
  3. AW-798062307/H3X8CMzw1L4CEOPtxfwC
  • Av. de Santa Cruz, 1765, Realengo, Rio de Janeiro-RJ / 21710-255
  • (21) 3107-8000
  • AW-798062307/vd_fCL_Gp8IBEOPtxfwC
  1. Av. Getúlio Vargas, 1878, Centro, Nilópolis-RJ / 26510-010
  2. (21) 3281-7978
  3. AW-798062307/2ax8CJ3k9sgDEOPtxfwC
  • Est. Francisco da Cruz Nunes, 4624, Piratininga, Niterói-RJ / 24350-310
  • (21) 4126-0016
  • AW-798062307/75miCLroqckDEOPtxfwC

Rua Marquês de Paraná, 151, Centro, Niterói-RJ / 24220-000 (21) 3741-6100

  1. Est. das Capoeiras, 713, Campo Grande, Rio de Janeiro-RJ / 23085-660
  2. (21) 3738-4838
  3. AW-798062307/uvTbCPmFt4YBEOPtxfwC
  • Av. Geremário Dantas, 650, Jacarepaguá, Rio de Janeiro-RJ / 22760-401
  • (21) 3392-9955
  • (21) 97042-0139
  • AW-798062307/ZXsRCKOGt4YBEOPtxfwC

Av. Ayrton Senna, 2600, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro-RJ / 22775-003 (21) 96707-4188

  1. R. São Francisco Xavier, 242, Maracanã, Rio de Janeiro-RJ / 20550-012
  2. (21) 2204-4700
  3. AW-798062307/ub4PCPCWxoYBEOPtxfwC
  • R. Damas Batista, 11, Centro, Nova Iguaçu-RJ / 26220-180
  • (21) 2882-3200
  • AW-798062307/Q78mCOKPt4YBEOPtxfwC

Av. das Américas, 13.999, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro-RJ / 22790-701 (21) 3664-6200 AW-798062307/zt-vCO6Bm5ECEOPtxfwC

  1. R. das Laranjeiras, 291/301, Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ / 22240-001
  2. (21) 2554-2200
  3. AW-798062307/JoKrCJyZxoYBEOPtxfwC
  • Av. Érico Veríssimo, 522, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro-RJ / 22621-180
  • (21) 3433-5013
  • AW-798062307/H39gCPuNt4YBEOPtxfwC
  1. Rua Mal. Floriano, 506, Jardim Vinte e Cinco de Agosto, Duque de Caxias-RJ / 25075-025
  2. (21) 2775-9191
  3. AW-798062307/fMfcCI6Pt4YBEOPtxfwC
  • Al. São Boaventura, 480, Fonseca, Niterói-RJ / 24120-191
  • (21) 2627-5610
  • AW-798062307/GF3zCKK2z4YBEOPtxfwC
  1. Av. Dom Hélder Câmara, 5085, OEX, Cachambi, Rio de Janeiro-RJ / 20751-000
  2. (21) 3315-7500
  3. AW-798062307/VFvVCOCYxoYBEOPtxfwC
  • R. Arnaldo Quintela, 30, Botafogo, Rio de Janeiro-RJ / 22280-070
  • (21) 2541-7288
  • AW-798062307/tlzmCLecxoYBEOPtxfwC
  1. R. Francisco Portela, 2476, Porto Novo, São Gonçalo-RJ / 24435-005
  2. (21) 3583-6986
  3. AW-798062307/gPMhCOyQt4YBEOPtxfwC
  • Av. Benjamin Pinto Dias, 1027, Centro, Belford Roxo-RJ / 26130-000
  • (21) 3664-6200
  • AW-798062307/FG-6CNG7z4YBEOPtxfwC

: MT-03 ABS 2024 em até 36x

Qual é o valor de uma XJ6 2015?

R$ 35.900. Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência.

Qual é a moto mais cara do mundo?

Qual é a velocidade máxima da moto Neiman Marcus Limited Edition? – A velocidade máxima da Neiman Marcus Limited Edition Fighter é de 305 km/h. Mas é importante que o amigo condutor saiba que, apesar dos números hiperlativos, esta não é a moto mais rápida do mundo. Confira algumas das motocicletas que batem a velocidade máxima da Neiman Marcus Limited Edition:

Kawasaki Ninja H2R (400 km/h). MTT Turbine Superbike Y2K (365 km/h). Lightning LS-218 (351 km/h). BMW S 1000 RR – 2ª geração (350 km/h). Kawasaki Ninja ZX-14R (335 km/h). Ducati Panigale V4-R (331 km/h). Aprilia RSV4 1.100 RR Factory (316 km/h). Suzuki GSX-1.300R Hayabusa (312 km/h).

Estas máximas de velocidade podem empolgar o imaginário dos condutores, mas é importante ter em mente que, para o trânsito em vias públicas, é importante respeitar os limites de velocidade. Afinal, não é porque o moto tem grande capacidade de ser veloz que ela tem autorização para desrespeitar a lei. Quanto Custa Uma Xj6 De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no artigo 218, o motorista que transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias, confira infração de trânsito. A gravidade se distribui seguindo as seguintes situações:

Quando a velocidade for superior à máxima em até 20% (vinte por cento): infração média e multa como penalidade. Quando a velocidade for superior à máxima em mais de 20% (vinte por cento) até 50% (cinquenta por cento): Infração grave e multa como penalidade. Transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias, quando a velocidade for superior à máxima em mais de 50% (cinquenta por cento): infração gravíssima, multa multiplicada por três como penalidade, além de suspensão do direito de dirigir.