Especias Mixtli

Consejos | Trucos | Comentarios

De Onde Vem E Como Produzida A Eletricidade Que Você Consome?

Como é produzida a energia elétrica que consumimos?

Como funciona a geração de energia elétrica? – A energia elétrica funciona através da conversão de energia por meio de diversos combustíveis, sejam eles gerados pela força da água, do vento ou pela luz solar. No Brasil, a forma de geração de energia elétrica mais comum é pela força da água movimentando turbinas (energia hidrelétrica).

Onde é produzida a energia elétrica que utilizamos?

Onde ela é produzida? – Em grande parte, a energia elétrica é produzida nas usinas hidrelétricas, porém sua produção é também feita nas usinas eólicas, solares, termoelétricas, nucleares, etc. No Brasil, quase 90% da energia é produzida nas Usinas Hidrelétricas sendo que a maior Usina Hidrelétrica do Brasil é a Usina de Itaipu, localizada no Rio Paraná, na fronteira entre o Brasil e Paraguai.

Nas Usinas Hidrelétricas, utiliza-se a força das águas, dos rios, para gerar energia mecânica que, por sua vez, chega para a população em forma de energia elétrica, tão indispensável nos dias atuais: computadores, baterias, eletrodomésticos, iluminação, televisores, dentre outros. Diante dessa crescente demanda, o governo brasileiro pretende investir na construção de mais hidrelétricas, uma vez que o Brasil possui o terceiro maior potencial hidráulico do planeta (grandes rios), depois da China e da Rússia.

No Sistema Internacional (SI), a energia elétrica é representada em joule (J). Contudo, a unidade de medida mais utilizada é o quilowatt-hora (kWh), como podemos notar na medição do consumo de energia elétrica feita pelas companhias energéticas. Ademais, a agência que fiscaliza e regulariza a geração, comercialização e transmissão da energia elétrica no Brasil é a Aneel – «Agência Nacional de Energia Elétrica».

Energia Nuclear Energia Eólica Energia Solar Usinas Hidrelétricas Usinas Termoelétricas Usina Nuclear

Qual é a origem da energia elétrica consumida?

De onde vem a energia elétrica? – +criança A energia elétrica vem das forças do vento, dos raios solares, da queima do gás natural e do óleo, e da força da água. No Brasil, a energia elétrica vem principalmente das usinas hidrelétricas. O que é hidrelétrica? Hidro vem de água e elétrica de eletricidade.

Por isso, são chamadas de hidrelétricas as usinas que usam a água para produzir eletricidade. Funciona assim: Primeiro, as águas das chuvas vão enchendo uma enorme barragem de concreto. Depois, a água corre para a usina por tubos enormes e passa por turbinas. O movimento da água nas pás das turbinas aciona o dínamo.

O dínamo é uma máquina enorme que gira forte, transformando a energia mecânica em energia elétrica. E se não chover? Quando não chove o bastante, a água para acionar o dínamo é insuficiente e pode até faltar energia! É por isso que em épocas de poucas chuvas a gente deve economizar a energia elétrica.

Como a energia chega nas casas? Para chegar até as casas, a energia percorre quilômetros e mais quilômetros a fio, de poste em poste. Do poste em frente às casas, ela segue por fios que distribuem a energia para todos os cômodos. A ponta do fio é a tomada, onde ligamos nossos aparelhos que precisam de eletricidade para funcionar.

Quem descobriu a energia elétrica? No século 18, o físico americano Benjamin Franklin observou o céu em noites de tempestades e descobriu que os raios eram descargas elétricas que vinham das nuvens. Muito antes dele, o grego Tales de Mileto tinha descoberto que ao esfregar âmbar na lã gerava eletricidade.

Onde a energia é produzida?

Resumo sobre energia elétrica –

A energia elétrica é um tipo de energia proveniente das correntes elétricas, causadas pela diferença de potencial ou tensão elétrica. É gerada a partir de fontes renováveis ou de fontes não renováveis de energia. A principal fonte renovável de energia é a água dos rios, utilizada nas usinas hidrelétricas. As principais fontes de energia não renováveis são os combustíveis fósseis, utilizados nas usinas termoelétricas. Da usina geradora até o consumidor final, a energia elétrica passa por diferentes etapas de transmissão e de distribuição. Uma das vantagens da energia elétrica reside no fato de ela ser flexível quanto ao conjunto de fontes que podem ser utilizadas na sua geração. Uma de suas desvantagens é o impacto ambiental causado pela construção das usinas e centrais elétricas. O cálculo do consumo de energia elétrica é feito pela seguinte fórmula: E = P x Δt. O Brasil é um dos maiores geradores de energia do mundo. O país apresenta uma matriz elétrica renovável, liderada pela energia hidrelétrica. A China e os Estados Unidos são os maiores geradores e também os maiores consumidores de energia elétrica do mundo.

O que dá energia para o nosso corpo?

Carboidratos, a principal maneira de se obter energia: – É impossível manter um corpo equilibrado sem carboidratos! Nem todos são ruins e eles são responsáveis pela maior fonte de energia para você aguentar a sua rotina. Logo, manter dietas agressivas e que tentam zerar o carboidrato, podem ser nocivas e perigosas para a sua saúde se praticadas a longo prazo! Esse nutriente é dividido entre 2 tipos principais: simples e complexos.

  1. Os simples são provenientes dos açúcares e pela sua estrutura menor, são quebrados mais rapidamente e absorvidos de maneira mais fácil. Esses são os que devemos ter cuidado, uma vez que dão picos de açúcar no sangue, causam aumento de peso e são pobres em nutrientes.
  2. Os complexos (por terem uma estrutura maior) demoram mais para serem quebrados e absorvidos. Essa característica garante mais estabilidade no fornecimento de energia e nível de açúcar no sangue. São ricos em nutrientes essenciais – como a fibra.

Dentre sua função essencial de disponibilizar energia para o corpo, os carboidratos são essenciais para o bom funcionamento cerebral. Afinal, esse nutriente consegue manter o nível de energia que o sistema nervoso demanda. Os principais alimentos do carboidrato complexos são aqueles provenientes de grãos não processados, como a farinha, trigo e quinoa.

Como a energia elétrica é utilizada em nosso dia a dia?

A eletricidade está em praticamente tudo o que fazemos em nosso cotidiano. Aquecedores, aparelhos de ar condicionado, lâmpadas, chuveiros e ferros elétricos são alguns dos exemplos de aparelhos do dia a dia que precisam de eletricidade para funcionar.

Como é produzida a energia?

Blog De Onde Vem E Como Produzida A Eletricidade Que Você Consome 22 dez Você já se perguntou como a energia elétrica chega em nossas casas? Ela pode ser produzida de várias formas: usinas hidroelétricas, usinas termelétricas a gás natural ou carvão mineral, usinas de cogeração com bagaço de cana, usinas nucleares, usinas eólicas, usinas fotovoltaicas, entre outras.

Quem produz a corrente elétrica?

A corrente elétrica é o fluxo ordenado de cargas elétricas, que se movem de forma orientada em um condutor elétrico sólido ou em soluções iônicas. Essa é uma grandeza fundamental em Física, pois, sem corrente elétrica, não seria possível, por exemplo, fazer funcionar qualquer aparelho elétrico ou eletrônico.

  • Como surge o movimento das cargas? Os elétrons livres são estimulados a mover-se pelo condutor, o que gera a corrente elétrica por causa de uma diferença de potencial elétrico (ddp ou tensão elétrica) estabelecida entre as pontas do condutor.
  • A ddp é estabelecida no condutor a partir de um campo elétrico que atravessa o material.
See also:  Quanto Tempo O Anticoncepcional Faz Efeito?

Esse campo proporciona diferentes níveis de energia potencial, criando, portanto, a tensão necessária para gerar o movimento das cargas elétricas.

O que e o consumo de energia elétrica?

Significado de Consumo de Energia – O consumo de energia representa a quantidade de energia elétrica utilizada, ou seja, consumida num determinado período. Este pode variar conforme a potência dos equipamentos e a quantidade de minutos ou horas durante as quais permanecem ligados. Nesse sentido, o consumo de eletricidade é representado pela unidade kW/h, que significa quilowatt-hora.

Qual e a fonte de energia mais utilizada no Brasil?

Fontes de Energia do Brasil. Fontes de energia brasileiras As fontes de energia são extremamente importantes para o desenvolvimento de um país. Além disso, a qualidade e nível de capacidade das fontes de energia de um determinado local são indicativos para apontar o grau de desenvolvimento da região.

Países com maiores rendas geralmente dispõem de maior poder de consumo energético. No Brasil não é diferente: à medida que o país foi se modernizando, o setor energético brasileiro foi se desenvolvendo. As principais fontes de energia do Brasil, atualmente, são: energia hidroelétrica, petróleo, carvão mineral e os biocombustíveis, além de algumas outras utilizadas em menor escala, como gás natural e a energia nuclear,

O petróleo é utilizado para a geração de energia para veículos motores, através da produção de gasolina, óleo diesel, querosene. Além disso, também é responsável pelo abastecimento de usinas termoelétricas. É a principal fonte de energia brasileira. As principais bacias petrolíferas são: Bacia de Campos, a maior do Brasil; bacia de Santos, Bacia do Espírito Santo e Bacia do Recôncavo Baiano.

Há alguns anos o país importava cerca de 60% do petróleo consumido internamente. Entretanto, atualmente, o país é quase completamente abastecido pela produção interna. Além disso, recentemente, foram descobertas grandes reservas de petróleo na camada do pré-sal no fundo oceânico do litoral de Santos (SP) e do Espírito Santo.

A energia hidroelétrica é a principal fonte de energia utilizada para produzir eletricidade no país. Atualmente, 90% da energia elétrica consumida no país advém de usinas hidrelétricas. Apesar disso, o país só utiliza 25% do seu potencial hidráulico. Além do mais, o Brasil ainda importa parte da energia hidroelétrica, uma porção dessas importações é referente à propriedade paraguaia da Usina Binacional de Itaipu, outra parte se refere à compra de eletricidade produzida pelas usinas de Garabi e Yaciretá, na Argentina. De Onde Vem E Como Produzida A Eletricidade Que Você Consome Metade da produção da Usina de Itaipu pertence ao Paraguai em virtude do fato de ela se encontrar na divisa com o Brasil Segue abaixo a lista das principais hidrelétricas do país: 1. Usina Hidrelétrica de Itaipu, no Rio Paraná – Capacidade: 14.000 MW; 2.

Usina Hidrelétrica de Tucuruí, Rio Tocantins – Capacidade: 8.370 MW; 3. Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira, no Rio Paraná – Capacidade: 3.444 MW; 4. Usina Hidrelétrica de Xingó, no Rio São Francisco – Capacidade: 3.162 MW; 5. Usina Hidrelétrica de Foz Do Areia, no Rio Iguaçu – Capacidade: 2.511 MW; 6.

Usina Hidrelétrica de Paulo Afonso, no Rio São Francisco – Capacidade: 2.462 MW; 7. Usina Hidrelétrica de Itumbiara, no Rio Paranaíba – Capacidade: 2.082 MW; 8. Usina Hidrelétrica de Teles Pires, no Rio Teles Pires – Capacidade: 1.820 MW; 9. Usina Hidrelétrica de São Simão, no Rio Paranaíba – Capacidade: 1.710 MW; 10.

  1. Usina Hidrelétrica de Jupiá, no Rio Paraná – Capacidade: 1.551 MW.
  2. A produção de Carvão Mineral é destinada para a geração de energia termelétrica e como matéria-prima principal para as indústrias siderúrgicas.
  3. Sua produção no Brasil está concentrada nos estados de Santa Catarina, no vale do Tubarão, e no Rio Grande do Sul, no vale do Rio Jacuí.

Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Apesar da existência dessas reservas, o carvão mineral brasileiro não é de boa qualidade, o que faz com que o país importe cerca de 60% do que consome, uma vez que os fornos das siderúrgicas e hidrelétricas necessitam de carvões minerais de alta qualidade e que produzam poucas cinzas.

Os biocombustíveis são fontes de energia recentemente implantadas no país, caracterizados por serem do tipo renovável. São originados de produtos vegetais (como a mamona, a cana-de-açúcar, entre outros). Seu uso é amplamente defendido, pois se trata de uma energia mais limpa e que, portanto, acarreta em menos danos para o meio ambiente.

Por outro lado, os críticos apontam que muitas áreas naturais são devastadas para o cultivo das matérias-primas necessárias para essa fonte de energia. Os biocombustíveis mais utilizados no país são: o Etanol (álcool), o Biogás e o Biodiesel. O gás natural geralmente é produzido de forma conjunta ao petróleo e é responsável por quase 10% do consumo nacional de energia.

  • Seu uso predominante é na produção de gás de cozinha, no abastecimento de indústrias e usinas termoelétricas e na produção de combustíveis automotores.
  • A energia nuclear também é um recurso energético utilizado no país.
  • O seu uso foi idealizado no início da década de 1960 e implantado a partir de 1969, com a criação do Programa Nuclear Brasileiro, sob a argumentação de que a energia hidroelétrica, por si só, não seria suficiente para conduzir a matriz energética do Brasil.

Tal argumento se mostrou falso primeiramente pela descoberta da real capacidade hidráulica do país (a terceira maior do mundo) e, em segundo lugar, pela descoberta posterior de novas formas de produção de energia, como os biocombustíveis. Em 1981, foi inaugurada a primeira Usina Nuclear brasileira, localizada na cidade de Angra dos Reis e, por isso, denominada de Angra I. De Onde Vem E Como Produzida A Eletricidade Que Você Consome Usinas de Angra I (à esquerda) e Angra II (à direita). Apenas a segunda encontra-se em funcionamento.¹

Além dos altos gastos e do baixo nível produtivo (apenas 3% da produção nacional de eletricidade), as usinas nucleares de Angra são duramente criticadas por grupos ambientais em razão dos altos riscos em casos de acidentes ou vazamentos e pelo não estabelecimento de um local fixo para a destinação dos resíduos radioativos gerados pela usina._¹ Fonte da imagem:

: Fontes de Energia do Brasil. Fontes de energia brasileiras

Como explicar a eletricidade?

Conceito de eletricidade – O conceito de eletricidade é abrangente, mas podemos compreendê-lo como todos os efeitos que as cargas elétricas produzem sobre a matéria, A eletricidade é comumente associada à corrente elétrica, uma movimentação de cargas que é estabelecida quando algum corpo é submetido a uma diferença de potencial elétrico,

See also:  Cotidianamente Utilizamos O Termo PolTica Quando Queremos Identificar Atividade De Governar?

Quais são as 3 fontes de energia do nosso corpo?

As três fontes diferentes de energia que alimentam o homem | O TEMPO A palavra «esforço», quando utilizada em seu sentido espiritual, é, pelo que pude experienciar, a concentração persistente, inabalável e segura do ser no caminho que o leva a atingir sua meta evolutiva.

  • Não é propriamente fazer força ou mesmo lutar por alguma coisa, mas permanecer, de maneira firme e incondicional, nesse caminho, sem ser dele demovido por nenhuma circunstância externa nem por crises interiores.
  • O esforço, assim compreendido, reflete-se na vida cotidiana do homem pela manutenção de um ritmo organizado no serviço que ele presta aos semelhantes e ao mundo.

Tal serviço é feito, entretanto, sem que ele tente segurar o curso das energias, ou seja, sem que, ao fazer tudo o que pode pelo outro, procure de alguma forma controlá-lo ou pretenda receber qualquer recompensa pelo benefício que concede. Além da alimentação provida ao corpo físico e da conhecida energia sutil que o envolve e o penetra, a subsistência do homem é mantida por três fontes diferentes.

A primeira delas está ligada à sua atividade, seja ela inconsciente, seja inteligente; a ação o leva a ter sensações «vitalizadoras», e o próprio movimento gera energias que poderiam ser caracterizadas como quase físicas. Submetida a um jogo de atritos e de confrontos, a maioria dos seres humanos permanece ao sabor das causas e dos efeitos de seus atos, sentimentos e pensamentos, ou ao sabor do resultado da luta entre forças muitas vezes antagônicas.

É principalmente disso que o homem comum retira forças para sua subsistência. A segunda fonte, mais organizada, constitui-se de energias universais com as quais ele entra em contato quando começa a evoluir de modo consciente. São energias autoguiadas, que conhecem o Plano para a vida do homem e que se manifestam em conformidade com uma ordem superior.

  1. É por meio do fortalecimento progressivo de sua ligação com tal fonte que o indivíduo vai entrando numa esfera de proteção especial.
  2. A terceira fonte abrange os níveis profundos e espirituais da própria consciência, que, com o exercício da aspiração, o homem vai pouco a pouco penetrando.
  3. Começa então absorver, a princípio inconscientemente, energias de qualidade ainda superior às acima descritas.

Para muitos, o contato com essa fonte acontece apenas em raros momentos; mas, na época atual, os caminhos para alcançá-la estão bem mais abertos. Qualquer que seja a fonte principal de nossa subsistência, o esforço deve ser sempre a tônica básica do ato de retirarmos dela a energia de que necessitamos.

Sem esforço não há revitalização do ser nem alegria, pois essa não está ao alcance de pessoas acomodadas, mas daquelas que sabem vibrar em certo grau de tensão sadia. Na verdade, a alegria é fruto dessa tensão. A consciência superior é regida por aspectos das leis diferentes daqueles que agem nos planos mais densos da vida.

É necessário firmeza de decisão para que estejamos sempre atualizados, com respeito a todo progresso que possamos fazer, inclusive na visão que temos dos assuntos pertencentes ao mundo das qualidades e dos valores, mundo bem diferente do da matéria densa e dos resultados visíveis e quantitativos.

Quais são as três principais fontes de energia para o corpo humano?

(1) glicólise aeróbia; (2) Ciclo de Krebs; (3) sistema de transporte dos elétrons.

Qual e a parte do nosso corpo que gasta mais energia?

Como funciona nosso cérebro no trabalho mental e físico? – O cérebro humano representa, aproximadamente, 2% do peso corporal, e consome 20% do oxigênio e da glicose do organismo. Em estado basal, o cérebro pode consumir 350 calorias em 24 horas, isso é, 20% do que costumamos gastar por dia, um gasto calórico que é comparável ao das atividades físicas citadas anteriormente, de acordo com as tabelas da Universidade de Harvard.

Todos os processos fisiológicos precisam de energia, mas o cérebro é o órgão que mais consome energia e além disso está continuamente funcionando, mesmo durante a noite, o que justifica seu grande gasto energético. No cérebro, se presume que a massa cinzenta (onde estão os núcleos neuronais) consome mais energia do que a massa branca (cuja função principal é a de transmitir a informação) e isso se deve, entre outros fatores, à grande quantidade de sinapses e mitocôndrias da massa cinzenta, junto com o fato de que a massa branca é, pela maneira como está constituída, mais eficiente e econômica.

Mas o consumo energético é variável. Quando está em modo normal, como quando caminhamos pela rua pensando em nossas coisas, talvez o consumo seja menor, no sentido de que nenhuma área do cérebro está mais ativa do que outras. Mas se de repente começamos a resolver um problema, uma determinada região é ativada e passa a gastar mais combustível.

Onde e produzida a maior parte da energia elétrica?

MATRIZ ELÉTRICA – Como já vimos no início desse texto, a matriz elétrica é formada pelo conjunto de fontes disponíveis apenas para a geração de energia elétrica em um país, estado ou no mundo. Precisamos da energia elétrica, por exemplo, para assistir televisão, ouvir músicas no rádio, acender a luz, ligar nossa geladeira, carregar nosso celular, entre tantas outras coisas. Matriz Elétrica Mundial 2020 (IEA, 2022; total em 2020: 27 milhões de GWh – gigawatt-hora ) A matriz elétrica brasileira é ainda mais renovável do que a energética, isso porque grande parte da energia elétrica gerada no Brasil vem de usinas hidrelétricas. A energia eólica também vem crescendo bastante, contribuindo para que a nossa matriz elétrica continue sendo, em sua maior parte, renovável. Matriz Elétrica Brasileira 2022 (BEN, 2023; total em 2022: 677 TWh – terawatt-hora ) (*incluindo lenha, biodiesel e outras renováveis; **incluindo óleo combustível, gás de coqueria, outras secundárias e outras não renováveis) Interessante saber que a eletricidade produzida pela fonte solar nesse gráfico inclui a GD ( geração distribuída ), ou seja, a geração das placas solares de telhados de casas, shoppings e estacionamentos. Aprendemos com o gráfico que a matriz elétrica brasileira é baseada em fontes renováveis de energia, ao contrário da matriz elétrica mundial. Isso é ótimo para o Brasil, pois além de possuírem menores custos de operação, as usinas que geram energia a partir de fontes renováveis em geral emitem bem menos gases de estufa.

Aprenda mais sobre efeito estufa, mudanças climáticas e transição energética, E aí, gostou do texto? O que você acha de recomendar aos seus amigos? Acesse também o Balanço Energético Nacional Interativo ( BEN Interativo ) para conhecer como foi a evolução da nossa matriz ao longo do tempo. Você percebrá que as matrizes energética e elétrica se modificam ao longo do tempo, à medida em que novas fontes vão sendo agregadas ao sistema e também em função da variação na utilização das fontes.

Gostaria de saber como a eletricidade chega até nossas casas? Veja aqui, Mais uma dica: ouça nosso podcast com h istórias e conversas sobre matriz energética e matriz elétrica 😉 Até a próxima!

See also:  Como Descobrir Com Quem A Pessoa Est Conversando No Whatsapp?

O que é energia elétrica e como ela é produzida?

A energia elétrica é capacidade de trabalho de uma corrente elétrica. Ela é gerada por turbinas ou geradores que transformam a energia química e mecânica em elétrica. É baseada na produção de tensões elétricas entre dois pontos que permitem o estabelecimento de correntes elétricas.

Quais as formas que a energia elétrica pode ser produzida?

A forma de energia mais utilizada no mundo é a energia elétrica, que pode ser obtida de diferentes maneiras: usina hidrelétrica, solar, nuclear, eólica, entre outras. Usinas hidrelétricas: produção de energia através da água. O conceito de energia está relacionado à capacidade de produzir trabalho.

Qual é a principal fonte de energia utilizada no Brasil?

Fontes de Energia do Brasil. Fontes de energia brasileiras As fontes de energia são extremamente importantes para o desenvolvimento de um país. Além disso, a qualidade e nível de capacidade das fontes de energia de um determinado local são indicativos para apontar o grau de desenvolvimento da região.

Países com maiores rendas geralmente dispõem de maior poder de consumo energético. No Brasil não é diferente: à medida que o país foi se modernizando, o setor energético brasileiro foi se desenvolvendo. As principais fontes de energia do Brasil, atualmente, são: energia hidroelétrica, petróleo, carvão mineral e os biocombustíveis, além de algumas outras utilizadas em menor escala, como gás natural e a energia nuclear,

O petróleo é utilizado para a geração de energia para veículos motores, através da produção de gasolina, óleo diesel, querosene. Além disso, também é responsável pelo abastecimento de usinas termoelétricas. É a principal fonte de energia brasileira. As principais bacias petrolíferas são: Bacia de Campos, a maior do Brasil; bacia de Santos, Bacia do Espírito Santo e Bacia do Recôncavo Baiano.

Há alguns anos o país importava cerca de 60% do petróleo consumido internamente. Entretanto, atualmente, o país é quase completamente abastecido pela produção interna. Além disso, recentemente, foram descobertas grandes reservas de petróleo na camada do pré-sal no fundo oceânico do litoral de Santos (SP) e do Espírito Santo.

A energia hidroelétrica é a principal fonte de energia utilizada para produzir eletricidade no país. Atualmente, 90% da energia elétrica consumida no país advém de usinas hidrelétricas. Apesar disso, o país só utiliza 25% do seu potencial hidráulico. Além do mais, o Brasil ainda importa parte da energia hidroelétrica, uma porção dessas importações é referente à propriedade paraguaia da Usina Binacional de Itaipu, outra parte se refere à compra de eletricidade produzida pelas usinas de Garabi e Yaciretá, na Argentina. De Onde Vem E Como Produzida A Eletricidade Que Você Consome Metade da produção da Usina de Itaipu pertence ao Paraguai em virtude do fato de ela se encontrar na divisa com o Brasil Segue abaixo a lista das principais hidrelétricas do país: 1. Usina Hidrelétrica de Itaipu, no Rio Paraná – Capacidade: 14.000 MW; 2.

  • Usina Hidrelétrica de Tucuruí, Rio Tocantins – Capacidade: 8.370 MW; 3.
  • Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira, no Rio Paraná – Capacidade: 3.444 MW; 4.
  • Usina Hidrelétrica de Xingó, no Rio São Francisco – Capacidade: 3.162 MW; 5.
  • Usina Hidrelétrica de Foz Do Areia, no Rio Iguaçu – Capacidade: 2.511 MW; 6.

Usina Hidrelétrica de Paulo Afonso, no Rio São Francisco – Capacidade: 2.462 MW; 7. Usina Hidrelétrica de Itumbiara, no Rio Paranaíba – Capacidade: 2.082 MW; 8. Usina Hidrelétrica de Teles Pires, no Rio Teles Pires – Capacidade: 1.820 MW; 9. Usina Hidrelétrica de São Simão, no Rio Paranaíba – Capacidade: 1.710 MW; 10.

  • Usina Hidrelétrica de Jupiá, no Rio Paraná – Capacidade: 1.551 MW.
  • A produção de Carvão Mineral é destinada para a geração de energia termelétrica e como matéria-prima principal para as indústrias siderúrgicas.
  • Sua produção no Brasil está concentrada nos estados de Santa Catarina, no vale do Tubarão, e no Rio Grande do Sul, no vale do Rio Jacuí.

Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Apesar da existência dessas reservas, o carvão mineral brasileiro não é de boa qualidade, o que faz com que o país importe cerca de 60% do que consome, uma vez que os fornos das siderúrgicas e hidrelétricas necessitam de carvões minerais de alta qualidade e que produzam poucas cinzas.

Os biocombustíveis são fontes de energia recentemente implantadas no país, caracterizados por serem do tipo renovável. São originados de produtos vegetais (como a mamona, a cana-de-açúcar, entre outros). Seu uso é amplamente defendido, pois se trata de uma energia mais limpa e que, portanto, acarreta em menos danos para o meio ambiente.

Por outro lado, os críticos apontam que muitas áreas naturais são devastadas para o cultivo das matérias-primas necessárias para essa fonte de energia. Os biocombustíveis mais utilizados no país são: o Etanol (álcool), o Biogás e o Biodiesel. O gás natural geralmente é produzido de forma conjunta ao petróleo e é responsável por quase 10% do consumo nacional de energia.

Seu uso predominante é na produção de gás de cozinha, no abastecimento de indústrias e usinas termoelétricas e na produção de combustíveis automotores. A energia nuclear também é um recurso energético utilizado no país. O seu uso foi idealizado no início da década de 1960 e implantado a partir de 1969, com a criação do Programa Nuclear Brasileiro, sob a argumentação de que a energia hidroelétrica, por si só, não seria suficiente para conduzir a matriz energética do Brasil.

Tal argumento se mostrou falso primeiramente pela descoberta da real capacidade hidráulica do país (a terceira maior do mundo) e, em segundo lugar, pela descoberta posterior de novas formas de produção de energia, como os biocombustíveis. Em 1981, foi inaugurada a primeira Usina Nuclear brasileira, localizada na cidade de Angra dos Reis e, por isso, denominada de Angra I. De Onde Vem E Como Produzida A Eletricidade Que Você Consome Usinas de Angra I (à esquerda) e Angra II (à direita). Apenas a segunda encontra-se em funcionamento.¹

Além dos altos gastos e do baixo nível produtivo (apenas 3% da produção nacional de eletricidade), as usinas nucleares de Angra são duramente criticadas por grupos ambientais em razão dos altos riscos em casos de acidentes ou vazamentos e pelo não estabelecimento de um local fixo para a destinação dos resíduos radioativos gerados pela usina._¹ Fonte da imagem:

: Fontes de Energia do Brasil. Fontes de energia brasileiras